Movimento Operário

CHILE

Viva a Greve dos portuários no Chile!

15 Jan 2014   |   comentários

Na segunda- feira, 23 de dezembro, se efetivou a greve legal do Sindicato de Trabalhadores Contratados e Temporários Unidos do porto de Mejillones. http://alternativaobrera.tumblr.com/

Na segunda- feira, 23 de dezembro, se efetivou a greve legal do Sindicato de Trabalhadores Contratados e Temporários Unidos do porto de Mejillones. Este sindicato protagonizou uma das greves mais importantes e combativas deste ano (2013), que conseguiu contar com a solidariedade da maioria dos portos a nível nacional, graças as paradas em apoio impulsionadas desde a União Portuária. Após uma forte luta os companheiros conseguem triunfar pelas suas demandas. Hoje novamente os trabalhadores contratados e temporários de Mejillones se levantam para lutar.

Os companheiros se enfrentam contra a UltraPort, controlada por um dos setores empresárias mais direitistas e reacionários do país. Se trata da família Von Appen, publicamente conhecida pelas declarações de Sven Von Appen contra os trabalhadores. Durante estes meses, novamente este personagem saiu publicamente, descaradamente afirmando que, se o governo não lhes favorece, que buscarão a um novo Pinochet. Nesta tirania, vivem diariamente os portuários em seus lugares de trabalho que tem sofrido uma série de praticas anti-sindicais durante a negociação.

Os empresários tem constantemente ignorado as exigências do sindicato, e hoje se negam a negociar conjuntamente com contratados e temporários. Os companheiros hoje estão em greve exigindo que se reconheça os direitos de que, todos os trabalhadores, tantos os contratados com os temporários, possam negociar coletivamente. O trabalho temporário nos portos é uma das modalidades mais precárias que determina o Código Trabalhista da ditadura. Hoje os companheiros do Sindicato dos Trabalhadores Contratados e Temporários Unidos novamente são um exemplo para o conjunto da classe trabalhadora, pois exigem como piso esse direito básico, enfrentando a tirania dos empresários e questionando um aspecto fundamental da legislação trabalhista.

Viva a unidade de contratados e temporários!
Viva a Greve dos portuários de Mejillones!

Esse é o momento para trabalhadores e estudantes, organizações sindicais, centros estudantis, federações e assembleias estudantis, organismos de direito humanos, organizações de mulheres, moradores, organizações culturais e politica; nos unimos para apoiar a greve dos companheiros e impulsemos uma solidariedade ativa com suas lutas e suas demandas. As organizações abaixo assinadas temos organizado e coordenado, para levar adiante esta solidariedade de classe, para o qual estamos convocando a uma concentração nesta sexta feira 27 de dezembro as 12hrs, em frente ao ministério do trabalho. Este é apenas o primeiro passo para que trabalhadores e estudantes em diversas partes do país, apoiemos com todas as nossas forças esta luta que vem sido dura ate o triunfo de todas as suas demandas. Fazemos um chamado aberto e unitário para aderir esta declaração e difundi-la ativamente.

Assinam:

Organizações e dirigentes sindicais

Confederación de Sindicatos Bancarios y Afines

Sindicato de Trabajadores Fundación León Bloy

Cristián Alexis Aguilera Alcorce, Delegado Sindicato Nacional de Carteros, Correos de Chile

Erwin Muñoz dirigente sindicato Komatsu Reman

Raúl Muñoz Dirigente Asociación de Funcionarios Fenats Hospital Barros Luco Trudeau

Antonio Páez, Secretario del Sindicato de Trabajadores Starbucks Coffe

Alternativa Obrera

Organizaciones y dirigentes estudiantiles

FECH

FEUSACH

Asamblea Coordinadora de Estudiantes Secundarios (ACES)

Centro de Estudiantes de Derecho U de Chile

Pikete Sindical Derecho U de Chile

Secretaría de Unidad Obrera Estudiantil (SECOE) Historia USACH

Secretaría de Unidad Obrera Estudiantil (SECOE) Filosofía y Humanidades U de Chile

Organizaciones políticas

Frente de Estudiantes Libertarios (FEL)

Partido de Trabajadores Revolucionarios (PTR)

Somos USACH

Frente de Acción Socialista (FAS)

Colectivo Nodo Derecho U de Chile

Socialismo Revolucionario

Pan y Rosas - Teresa Flores

Corriente Estudiantil Revolucionaria (CER)

Partido de Trabajadores (PT)

Coordinadora Territorial Libertaria (CTL)

Agrupación Combativa y Revolucionaria (ACR)

Tendencia Juventud Revolucionaria (TJR)

Partido Obrero Revolucionario (POR)

Organizaciones artísticas y culturales Brigada de Hip Hop Clasista (BH2C)

Artigos relacionados: Movimento Operário , Internacional









  • Não há comentários para este artigo