Movimento Operário

CERCAR DE SOLIDARIEDADE ESTA LUTA PARA QUE POSSA TRIUNFAR!!

Todo apoio àluta dos trabalhares da Façon!

02 Oct 2012   |   comentários

Ontem pela manhã mais de 50 trabalhadores da empresa FAÇON, que presta serviço de construção civil e instalação de equipamentos para a Alston (empresa multinacional francesa que fornece diversos equipamentos para o Metrô e para a CPTM) realizaram nova assembleia para decidir o rumo de sua luta.

Há cerca de 2 meses os trabalhadores estão com salários atrasados e atrasos de meses no pagamento do FGTS e desde sexta-feira os trabalhadores estão paralisados em frente àempresa para que os empresários não retirem o maquinário e produtos de dentro da empresa, como forma de protesto e para buscar garantir o pagamento dos salários e direitos atrasados demonstrando uma importante combatividade.

Realizaram uma assembleia com a presença do Sindicato dos Metroviários de São Paulo que manifestou o apoio aprovado em assembleia àluta e às reivindicações dos trabalhadores da FAÇON e do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil em frente àempresa, onde votaram permanecer mobilizados até que todos os direitos e salários sejam pagos para cada trabalhador.

Junto aos companheiros da agrupação Metroviários pela Base (impulsionada por militantes da LER-QI e independentes) fomos com uma delegação de estudantes da USP e da Fundação Santo André que constroem a Juventude às Ruas (que votou em seu Encontro Aberto no fim de semana o apoio incondicional àluta destes trabalhadores) e Pablito, diretor do Sintusp e militante da LER-QI. Foi emocionante ver trabalhadores que em meio àsua luta em momentos de desespero que levariam alguns aos prantos a confluírem alegremente com o apoio de estudantes e trabalhadores de outras categorias vendo nesta unidade uma necessidade para que sua luta triunfe e que é impedida cotidianamente pelas direções traidoras da CUT, Força Sindical, CTB e, além disso, encontrar em meio às dificuldades a força para bradar em uma frase o ódio contido contra o cinismo dos representantes da empresa que enrolavam dias para pagar cada centavo que foi produzido, assim como tudo em nossa sociedade pelas mãos dos trabalhadores.

A luta da FAÇON escancara o que há por trás das negociatas das empresas terceirizadas e quarteirizadas com multinacionais como a ALSTON e esteve envolvida em escândalos de corrupção na gestão privatista do PSDB comandada por Serra e Alckmin. Demonstra ainda que o Metrô, usado como vitrine eleitoral da campanha de Serra é sustentado sobre o trabalho precário e fraudes trabalhistas que empurra dezenas de famílias para o desemprego e para a miséria. Neste momento, em que os trabalhadores do Metrô se preparam para uma luta pela PR e outras reivindicações desta categoria é fundamental se faz cada vez mais necessário levantar a unificação das reivindicações destes companheiros assumindo como suas as demandas dos trabalhadores da FAÇON pondo em prática um modo distinto de atuar no movimento operário, um sindicalismo classista que, em cada batalha busque implementar a unidade das fileiras operárias a partir de um programa que defenda o imediato pagamento de todos os direitos e salários, a igualdade de direitos entre efetivos e terceirizados e para que os trabalhadores da FAÇON e demais empresas terceirizadas ou quarteirizadas sejam incorporados como trabalhadores efetivos do Metrô. Um primeiro passo nesta unidade poderia se dar por exemplo através da organização de assembleias unificadas e debater medidas concretas que permitam superar a divisão que os patrões e o governo tentam nos impor e que diante do avanço da crise econômica e os ataques que o governo e os patrões preparam para descarregar em nossas costas os custos da crise entender que será cada vez mais necessário fazer viver em cada luta as ideias revolucionárias, em primeiro lugar nos encarar como uma só classe em uma só luta.
Enquanto escrevemos esta nota os trabalhadores encontram-se em assembleia para decidir os rumos de sua luta diante do absurdo silêncio da empresa.

Todo apoio àluta dos trabalhadores da FAÇON!!

Pelo atendimento de todas as suas reivindicações, pagamento de todos os direitos e salários atrasados!!

Iguais direitos e salários para trabalhadores efetivos, terceirizados e quarteirizados!!

Efetivação sem necessidade de concurso público!!

Unificação das pautas de reivindicações e assembleias para levar uma luta unificada aos metroviários de SP!!

Artigos relacionados: Movimento Operário , São Paulo Capital









  • Não há comentários para este artigo