Movimento Operário

SAUDAÇÃO INTERNACIONALISTA NA FRANÇA

Solidariedade de classe na PSA Aulnay

20 Mar 2013 | VEJA VÃ DEO AQUI   |   comentários

Saudação de Diana Assunção, diretora do Sintusp, militante do Pãe e Rosas Brasil e dirigente da LER-QI na PSA Aulnay na França. Em um momento no qual o problema do desemprego é uma das principais preocupações dos trabalhadores e jovens da França, o caso mais emblemático é o da fábrica do grupo Peugeot-Citroën (PSA) em Aulnay, que, junto a outras fábricas como da Goodyear e ArcellorMittal, está ameaçada de fechamento (o grupo que já prevê suprimir (...)

Em um momento no qual o problema do desemprego é uma das principais preocupações dos trabalhadores e jovens da França, o caso mais emblemático é o da fábrica do grupo Peugeot-Citroën (PSA) em Aulnay, que, junto a outras fábricas como da Goodyear e ArcellorMittal, está ameaçada de fechamento (o grupo que já prevê suprimir mais de 11.000 postos de trabalho em todo o país). A fábrica está paralisada há meses contra as demissões, e a patronal já efetua provocações, como tentar retirar da fábrica os estoques produzidos para preparar seu fechamento, tratando de impor golpes e desmoralizar essa exemplar luta operária, de mais de dois meses em greve, no coração da crise econômica mundial.

Seguindo a visita feita àfábrica de Aulnay pelos estudantes do coletivo interfaculdades que impulsionamos desde os militantes da CCR na França, com objetivos organizar a solidariedade do movimento estudantil aos trabalhadores que hoje lutam contra das demissões e os fechamentos de fábricas, Diana Assunção, diretora do Sintusp e dirigente do grupo de mulheres Pão e Rosas e da LER-QI, também prestou solidariedade àluta dos operários da PSA, visitando a planta ao lado de diversos companheiros. Em uma saudação calorosa na assembleia de greve (realizada em função do combate ao início do processo de demissões), parabenizou a luta exemplar desses companheiros que resistem contra a arrogância da patronal, e lembrou a importância da luta internacional dos trabalhadores.

Viva a aliança internacional da classe operária!

Os trabalhadores não temos fronteiras, nossa luta é uma só!

Que os capitalistas paguem pela crise!

Artigos relacionados: Movimento Operário , Internacional









  • Não há comentários para este artigo