Sábado 20 de Julho de 2019

Internacional

ARGENTINA

Saudações revolucionárias aos operários ceramistas da Frente de Esquerda e dos Trabalhadores (Argentina)

13 Jun 2011   |   comentários

Neste domingo, 12 de junho, não foi apenas em Neuquén e em toda a Argentina que se comemorou a entrada dos operários ceramistas de Zanon como deputados. Desde o Brasil, nós que buscamos construir um sindicalismo combativo e classista, como parte da Diretoria do Sindicato de Trabalhadores da Universidade de São Paulo (Sintusp) mandamos nossas mais calorosas saudações aos companheiros que organizaram uma campanha eleitoral militante, junto àpopulação e a juventude, e que demonstraram a necessidade de se eleger deputados trabalhadores para ter uma atuação classista e revolucionária no parlamento, denunciando toda a podridão deste sistema capitalista. Além da rotatividade entre os primeiros da lista da Frente de Esquerda e dos Trabalhadores, encabeçada pelos operários ceramistas Alejandro López e Raul Godoy, um principio adotado será o de manter como legisladores o salário que ganhavam na fábrica. Esta campanha militante, que é resultado também da luta de 10 anos de gestão operária na fábrica Zanon (Sem Patrões) foi conquistada a partir da mais profunda independência de classe dos trabalhadores, o que nós reivindicamos profundamente, pois esta é a única forma que os trabalhadores podem ter de acreditar em suas próprias forças, buscando as ferramentas de unidade para a luta dos trabalhadores no sentido de avançar no combate contra o conjunto da classe capitalista e seu estado, pois dessa burguesia não podemos esperar nada mais que superexploração e repressão.

Claudionor Brandão

Diana Assunção

Marcelo Pablito

Domenico Colacicco

André Pansarini,

Diretores do Sindicato de Trabalhadores da USP (Sintusp)

São Paulo, 13 de junho de 2011

Artigos relacionados: Internacional , São Paulo Capital









  • Não há comentários para este artigo