Internacional

SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL COM A GREVE DOS METROVIÃ RIOS SP

Saudação de Cláudio Dellecarbonara, delegado sindical do metrô de Buenos Aires, aos metroviários de SP

05 Jun 2014 | Saudação de Claudio Dellacarbonara, delegado dos trabalhadores do metrô de Buenos Aires e dirigente do Partido de lós Trabajadores Socialistas, organização irmã da LER-QI na Argentina   |   comentários

Companheiros e companheiras do metrô de São Paulo: por meio dessa carta queria fazer-lhes chegar toda a minha solidariedade com a luta que vocês estão dando, no marco de uma onda de greves e manifestações que percorre o Brasil a uma semana do início da Copa.

Todo apoio aos trabalhadores do metrô de São Paulo!

Companheiros e companheiras do metrô de São Paulo: por meio dessa carta queria fazer-lhes chegar toda a minha solidariedade com a luta que vocês estão dando, no marco de uma onda de greves e manifestações que percorre o Brasil a uma semana do início da Copa. Nos sentimos identificados com sua luta e com as dos trabalhadores em todo o mundo, contra os governos, as patronais, porque a classe trabalhadora é uma e sem fronteiras.

Saudamos também a assembleia em que decidiram fazer a greve, como método democrático da classe trabalhadora. Os trabalhadores do metrô de Buenos Aires conquistamos nosso sindicato lutando contra a burocracia sindical e reivindicando os métodos da democracia de base. Assim conquistamos a jornada de trabalho de 6 horas por insalubridade, acabar com a terceirização do trabalho estabelecendo profundas alianças com todos os trabalhadores em luta. Hoje estamos dando uma dura luta política para manter essas grandes tradições, frente a alguns dirigentes de nosso sindicato que passaram para o lado do governo nacional.

O caminho para triunfar em nossas reivindicações é a independência política, a democracia desde as bases, a unidade com os usuários que em sua maioria são trabalhadores e a unidade com todos os trabalhadores em luta, no caminho de uma verdadeira saída de fundo, que é a estatização dos serviços públicos sob controle dos trabalhadores, contra as negociatas das patronais e os governos, e para oferecer um serviço barato, seguro e de qualidade a toda a população.

Saudamos a sua luta, lhes fazemos chegar nosso apoio e nos colocamos àdisposição para a mais ampla solidariedade para o triunfo de vocês!

Claudio Dellecarbonara, 5 de junho de 2014

Artigos relacionados: Internacional









  • Não há comentários para este artigo