Juventude

ENCONTRO DE MULHERES ESTUDANTES DA USP

Por uma estratégia independente na luta contra a opressão

20 Oct 2011   |   comentários

Neste ano na USP está sendo organizado um Encontro de Mulheres Estudantes da universidade. Este Encontro tem sido articulado centralmente pelo PSOL e pela Marcha Mundial de Mulheres que termina seu panfleto dizendo “Mulheres em marcha para mudar a universidade!†. É o mesmo slogan que esta organização feminista ligada ao governo e ao PT utiliza nacionalmente clamando a “mudar a sociedade†. Várias correntes tem participado da organização do Encontro e particularmente o PSTU vem se adaptando àpolítica destas direções majoritárias.

Isso porque, neste ano a maior lição de combate àopressão das mulheres não partiu dos espaços estudantis, mas sim das trabalhadoras terceirizadas da União. Porque a Marcha Mundial de Mulheres e o PSOL não organizaram toda a sua militância, como o estão fazendo agora, para lutar ao lado dessas mulheres? Porque não estão preocupadas com a mudança radical da universidade ou da sociedade. Mas para nós a opressão da mulher deve ser encarada desde uma perspectiva de classe.

Assim, o que poderia ser um momento de debate profundo para de fato mudar algo na universidade, para isso sendo necessário construir um encontro militante, desde a base das estudantes em apoio às trabalhadoras, se constrói como um espaço de propaganda das idéias do governismo e do reformismo em torno da questão da mulher. Não àtoa, todas resoluções serão encaminhadas por consenso (!!).

Portanto, nós da LER-QI e do Pão e Rosas não temos nenhuma ilusão de que a direção deste encontro tem o objetivo de organizar a luta das mulheres na USP, mesmo que muitas estudantes participem com este objetivo. Não deixaremos de denunciar, inclusive, que enquanto militam por este encontro, a Marcha é conivente com seu governo que mantém tropas assassinas no Haiti. E justamente organizam esse encontro no mês em que será renovada a permanência das tropas, sem citar uma palavra sobre isso! Também é neste momento em que todo o movimento feminista vinculado ao governo esconde a luta pelo direito ao aborto, capitulando àpressão do governo Dilma que nos nega esse direito. Fazemos um chamado para todas as mulheres que queiram lutar por uma perspectiva distinta no combate ao opressão a nos organizarmos juntas neste Encontro de Mulheres!

[1] http://mmmusp.wordpress.com/2011/09/09/por-que-participar-do-i-encontro-de-mulheres-estudantes-da-usp/

Artigos relacionados: Juventude , Gênero e Sexualidade









  • Não há comentários para este artigo