Palavra Operária Nº 062

CONTATO ler-qi@palavraoperaria.org

Internacional

ZELAYA NA EMBAIXADA DO BRASIL

O que está por trás da ação de Lula em Honduras?

Lula se lança a cumprir o papel que não poderiam cumprir nem o imperialismo norte-americano, nem o chavismo: o de forçar uma saída negociada à crise de Honduras que implicasse a saída de Micheletti do governo.

INFORME DE TEGUCIGALPA

Apesar da brutal repressão e do toque de recolher, a resistência hondurenha em pé de luta

Ao ser anunciado que Zelaya se encontrava na Embaixada do Brasil, a multidão se deslocou para lá, algumas ruas da sede local da ONU, com a disposição de respaldá-lo e ao mesmo tempo se começaram a organizar de forma independente cordões de segurança com centenas de pessoas, que fizeram o Exército retroceder e tomaram o controle da Embaixada, enquanto começavam a se deslocar grandes caravanas do interior do país para a (...)

OS OPERà RIOS TÊM QUE TRIUNFAR

Os Kirchner dão via livre aos ianques da Kraft

A mudança da realidade política a destacar das últimas semanas é a irrupção de uma greve operária na cena nacional. São 35 dias de conflito que já levam os 2600 trabalhadores de Kraft-Terrabusi, conseguiram uma repercussão como não se vê em décadas. Terrabusi começou a mostrar como fazer de uma luta operária uma causa nacional e este já é o primeiro triunfo da greve.

USP

ANTI-CANDIDATURA COM CHICO DE OLIVEIRA NA USP

Democracia na USP Já! Abaixo a repressão! Boicote ativo às eleições para reitor!

Após a heróica greve dos trabalhadores da USP no semestre passado, atravessada pela brutal repressão policial e a militaraização da USP, a burocracia acadêmica busca “resolver†a crise aberta com reformas cosméticas através de um novo processo de eleições. A seguir, entrevistamos alguns dos protagonistas que cumpriram um papel chave na conformação da frente-única pela anti-candidatura de protesto de Chico de Oliveira, que se coloca por fora do processo oficial de eleições para reitor. Entrevista (...)

USP>| FORA REPRESSÃO| DEMOCRACIA | ANTI-CANDIDATURA

Entrevista com Chico de Oliveira, professor emérito da USP

USP>| FORA REPRESSÃO| DEMOCRACIA | ANTI-CANDIDATURA

Entrevista com Magno de Carvalho, diretor de base do Sintusp

USP>| FORA REPRESSÃO| DEMOCRACIA | ANTI-CANDIDATURA

Entrevista com Luiz Renato Martins (Luizito), professor da USP

Nacional

RECUPERAÇÃO ECONÔMICA E GREVES

Brasil: ‘modelo’... de exploração

Por: Val Lisboa Esta recuperação econômica tem permitido que grandes categorias, como os metalúrgicos, reapareçam na cena nacional mostrando sua potência em paralisar grandes indústrias como a Volkswagen, Toyota, GM, impondo mesmo contra os burocratas sindicais partes importantes de suas reivindicações.

PRÉ-SAL

o “nacionalismo light†de Lula favorece aos trabalhadores?

Por: Leandro Ventura A retórica nacionalista de Lula e estes novos elementos “nacionalistas light†mesmo que significando uma maior fatia da renda do petróleo para o Estado brasileiro não significam uma transformação profunda, uma vez que a maior parte dos recursos deste governo como de outros é usado para pagar as dívidas interna e externa, e mais ainda quando se vê que as mudanças ocorrerão sem tocar a entrega já realizada, mantendo a Petrobrás uma empresa mista e os elementos neoliberais impostos contra a classe (...)

Movimento Operário

GREVES OPERÃ RIAS

Um primeiro balanço da campanha salarial dos metalúrgicos do estado de São Paulo

Por: Thiago Flamé A onda de greves que percorre o país nas campanhas salariais deste segundo semestre enfrentando a intransigência patronal, já é a mais importante desde que Lula assumiu a presidência. Pela primeira vez em anos setores importantes da classe operária industrial entraram em movimento.

TRABALHADORES ENFRENTAM A BUROCRACIA SINDICAL GOVERNISTA

Rebelião dos trabalhadores dos Correios contra o governo é traída pela burocracia sindical

A categoria se revoltou completamente e foi pra cima do carro de som e dos burocratas, que ficaram rodeados e escoltados por bate-paus contratados que não conseguiam conter a fúria dos trabalhadores frente a tamanha traição e tomaram várias surras dos trabalhadores.

POR SINDICATOS CLASSISTAS, COMBATIVOS E INDEPENDENTES DO GOVERNO LULA

Por que apoiamos/incorporamos a chapa Sindicato é prá lutar para o Sintunesp!

No dia 1º de Outubro ocorrerá a eleição do sindicato dos trabalhadores da Unesp (SINTUNESP) na qual disputam duas chapas, a continuidade das "boas relações" com a reitoria e a recém-formada oposição ligada a Conlutas (Sindicato é prá lutar). Estamos construindo esta chapa da Conlutas, junto ao PSTU e a independentes combativos, a partir da nossa atuação em trabalhadores do câmpus de Marília lutando por um programa classista e combativo, contanto com o apoio dos estudantes do Movimento A Plenos (...)

TODO APOIO AOS TRABALHADORES EM LUTA

Greve dos bancários se inicia em todo o país...

A esquerda, a começar pelo PSTU/Conlutas, tem um grande espaço na categoria e deveria fazer uma grande campanha para que a luta saia do “teatro†montado entre o Sindicato, o governo e os banqueiros, lutando por uma plenária de delegados e ativistas de bases, que unificasse a base dos diversos bancos e das diversas categorias que tem saído em luta por melhores condições de vida e de trabalho, permitindo uma discussão democrática que realmente armasse uma vanguarda real de trabalhadores com um (...)

UMA LUTA EM DEFESA DO EMPREGO

MAKITA: dupla traição - Sindicato e patronal juntos por melhores condições de desemprego!

O plano da empresa é mudar a produção para o Paraná, onde poderá pagar um salário muito menor aos trabalhadores. Os 285 trabalhadores da fábrica não reconquistaram seus postos de trabalho e se mantém em luta.

Racismo

BASTA DE RACISMO

É preciso lutar contra o racismo e a violência policial

Por: Mara Onijá O caso de racismo no Carrefour Osasco contra Januário Alves de Santana no início de agosto escancarou uma vez mais como o racismo se coloca presente em suas formas mais violentas. Acusado de roubar o próprio carro no estacionamento do hipermercado, ele foi brutalmente agredido durante mais de vinte minutos. Após a chegada da polícia, que omitiu socorro, as humilhações tiveram continuidade com afirmações racistas raivosas dos policiais do tipo “Sua cara não nega. Você deve ter pelo menos três (...)

Mulher

ENTREVISTA COM CLARISSA MENEZES

Dia de Luta pela Descriminalização do Aborto na América Latina e Caribe

Entrevistamos nesta edição Clarissa Menezes, militante do Pão e Rosas e da LER-QI e mestranda em Saúde Coletiva na UFRJ. Ela nos fala sobre a Campanha Latino-Americana pelo Direito ao Aborto e como vê a luta no Brasil por esse direito democrático.

EM ARARAQUARA O SILÊNCIO ACABOU

Basta de assédio sexual nas moradias estudantis!

Dentro de importantes universidades estão surgindo denúncias de assédio sexual e estupros contra estudantes. São casos que acontecem há algum tempo, mas que contaram sempre com o silêncio ensurdecedor das Reitorias, da burocracia acadêmica, e muitas vezes com a impotência do movimento estudantil. Nas últimas semanas, duas estudantes da UNESP de Araraquara que sofreram assédio sexual dentro da Moradia Estudantil do campus, resolveram soltar as suas vozes, buscar apoio entre os outros moradores e lutar (...)

Partido

DEPOIS DA VI CONFERÊNCIA DA FT-QI

Plenária Nacional da Ler-qi

A plenária contou com a presença de mais de 100 militante, que realizaram durantes esses dois dias um rico debate sobre a situação internacional no ano I da crise econômica, as tendências a realinhamentos e disputas entre os países imperialistas, dependentes e semi-coloniais, a situação do movimento de massas e das organizações que se reivindicam revolucionárias e anti-capitalistas e a necessidade e as vias de reconstrução da IV (...)

Estudantes

1º reunião da Assembléia Nacional dos Estudantes – Livre

A situação exige mais: vamos pras ruas contra o golpe em Honduras e em apoio às lutas dos trabalhadores!

Por: Marcelo Tupinambá A reunião se realizou nos dias 12 e 13 de setembro, com mais de 300 estudantes, entre militantes do PSTU, que segue sendo direção amplamente majoritária, do Movimento A Plenos Pulmões, do grupo de mulheres Pão e Rosas, além de dezenas de independentes (em sua maioria das universsidades federais) e outras organizações. Expressou-se, assim como no Congresso Nacional de Estudantes que reuniu quase 2000 estudantes, que há uma série de independentes buscando coordenar-se nacionalmente, papel que a UNE (...)

Mais um corpo caído no chão no Rio de Janeiro...

Gritamos por Ana Cristina Costa, Lúcia, Alana Ezequiel, e tantos outros mortos pela polícia assassina!

Por: Livia Barbosa Desde o dia 17 de outubro, com a queda do helicóptero no Morro dos Macacos, a mídia burguesa tem nos bombardeado com notícias sobre a “violência nos morros cariocas†. Porém ocultam quem são as 47 pessoas já mortas desde o início do confronto na zona Norte do Rio e de onde provêm as balas que os mataram...