Palavra Operária Nº 040

CONTATO ler-qi@palavraoperaria.org

Movimento Operário

CAMPANHA EM DEFESA DOS METALÚRGICOS DA GM

A Conlutas deve dar um exemplo de luta

Por: Jaime Caribé Desde janeiro, a diretoria da General Motors (GM) de São José dos Campos apresentou ao Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos a proposta de contratar 600 trabalhadores, e daí iniciou uma campanha ofensiva tentando colocar os operários e os sindicalistas contra a parede, chantageando para que aceitassem as medidas de flexibilização que estão por trás dessa “oferta†.

GREVE DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM FORTALEZA

Os operários deram um exemplo, mas a direção não esteve àaltura

Por: Jaime Caribé Nas últimas semanas Fortaleza, capital do Ceará, esteve marcada pela luta operária, com greves da construção civil, dos rodoviários e dos agentes municipais de saúde. A prefeita petista Luzianne Lins, da corrente Democracia Socialista (DS), ficou ao lado da patronal, contra os trabalhadores e no caso dos agentes de saúde ameaça com a ilegalidade da greve, a convocação de policiais municipais para substituir os grevistas e (...)

AEROVIÃ RIOS

Crise aérea se mantém, com mais quebras de empresas e demissões em massa

Por: Romeu Montes Desde o início da crise aérea, em 2006, vimos alertando a vanguarda e os trabalhadores sobre o caráter nefasto contra os trabalhadores: quebras de grandes empresas, demissões em massa, concentração de mercado no duopólio TAM-GOL, catástrofes e acidentes aéreos, abandono e centenas de mortes de usuários. Pois bem, o cenário desta crise ainda está muito longe de ser desfeito.

Mulher

DIREITO AO ABORTO: TIREM AS MÃOS DE NOSSOS CORPOS!

9.896 mulheres na mira do Estado Burguês

Por: Diana Assunção No começo de abril a mídia noticiou o indiciamento de 9.896 mulheres acusadas de terem praticado aborto desde o final da década de 1990 no Campo Grande (MS), que serão interrogadas e levadas a julgamento, podendo pegar até 3 anos de prisão.

PSOL MAIS UMA VEZ CONTRA OS TRABALHADORES

Jundiaí proíbe a distribuição da pílula do dia seguinte

Por: Diana Assunção Não satisfeitos em votar o SuperSimples, que facilita o não cumprimento das leis trabalhistas pelos patrões, o PSOL mais uma vez mostra a que veio. O vereador Cláudio Miranda (PSOL) apresentou à Câmara Municipal de Jundiaí no final do ano passado uma lei que impede a retirada gratuita nos postos de saúde públicos do contraceptivo conhecido como "pílula do dia seguinte".

Nacional

1º DE MAIO

Um balanço do 1º de Maio para a esquerda

Por: Daniel Matos Lamentavelmente, longe da efusividade e das vitórias históricas que o PSTU esta vendo por todo lado, os atos da esquerda neste 1o de Maio mostraram seu isolamento e a falta de perspectivas de uma verdadeira alternativa classista para a vanguarda operária e popular antigovernista.

AUMENTO DOS PREÇOS

Os trabalhadores serão os principais prejudicados pela inflação

Por: Thiago Flamé A economia brasileira continua crescendo. Nesses primeiros meses de 2008, por exemplo, a indústria automobilista bateu recordes históricos de vendas. A safra de grãos desse ano pode superar todas as marcas anteriores. Mas os primeiros efeitos da crise dos EUA começam a ser sentidos.

ELEIÇÕES 2008

A falácia das eleições municipais

Por: Domenico Moreti Enquanto novos acordos, blocos e conchavos entre os partidos da burguesia voltam a ocupar o noticiário por conta das eleições municipais, as questões elementares de interesse da maioria da população não são minimamente debatidas entre os tantos políticos que se dizem candidatos para assumir prefeituras no ano que vem.

POR UM BLOCO QUE LUTE PELA INDEPENDÊNCIA POLà TICA DOS TRABALHADORES

I Congresso da Conlutas

A Conlutas tem aglutinado setores da classe trabalhadora, da juventude e dos movimentos sociais que hoje se colocam contra o governo Lula e seus ataques neoliberais. É por isso que somos parte da construção da Conlutas. Durante o mês de maio estão realizando-se as assembléias de eleição dos delegados para o I Congresso da Conlutas, que se realizará no mês de julho. Desde a LER-QI, chamamos os setores de vanguarda da classe trabalhadora e do movimento estudantil a debaterem uma atuação comum neste (...)

Suplemento especial 1968

ESPECIAL 1968

França, maio de 1968: a promessa da revolução

Por: Luis Siebel As comemorações dos 40 anos do maio de 68 na França não deixam dúvidas quanto aos importantes símbolos que se constituíram nas universidades, fábricas, barricadas de rua que surgiram desse processo de luta de classes e em todo o mundo. Buscaremos aqui contribuir com um sentido particular: entender como uma poderosa promessa de revolução conseguiu ser transformada pelos grandes meios e parte considerável da esquerda numa “crítica cultural†que colocou na “pauta†o ano de 68 e, no limite, um (...)

1968 NO BRASIL

Estudantes e operários na luta contra a ditadura

Por: Thiago Flamé O golpe militar em 1964 derrotou o ascenso revolucionário que se desenvolvia no Brasil desde 1961 e desencadeou uma forte repressão contra o movimento camponês e operário. Os militares passavam a preparar as bases do “milagre econômico†impondo um enorme arrocho salarial, intervindo nos sindicatos, cassando as liberdades democráticas e de organização e perseguindo os ativistas do movimento operário, camponês e (...)

MOVIMENTO ESTUDANTIL

Um olhar sobre o movimento estudantil brasileiro com as lentes de 68

Por: Marcelo Tupinambá Desde maio de 2007, milhares de estudantes se colocaram em movimento em todo o país. O último processo mais importante, da luta contra a camarilha corrupta da UnB, mostrou que é necessário um balanço profundo dos últimos processos. Não foi difícil ver que a burguesia mudou a linha com relação ao movimento desde então. Os “remelentos†da USP (contra o Serra) se transformaram nos paladinos da ética (contra o Lula e seus cartões corporativos). A burguesia parece testar a cooptação no lugar do (...)

Juventude

USP

Era uma vez um V Congresso da USP...

Por: Flávia Valle , Marcelo Tupinambá Já se foram 4 congressos da USP (1980, 1984, 1987 e 2000) e a USP continua a mesma. O regime universitário é uma verdadeira ditadura docente. O acesso é cada vez mais para uma elite com um vestibular cada vez mais difícil. O ensino e a pesquisa são cada vez mais direcionados para o capital. Os trabalhadores e negros seguem ameaçados de extinção e só podem entrar na USP como funcionários, que por sua vez são cada vez mais terceirizados e (...)

ERECS

O que significa o silêncio dos centros acadêmicos sobre o ERECS Sudeste 2008?

Por: Mara Onijá Desde o início do ano, estudantes da Fundação Santo André (FSA) estão construindo o Encontro Regional de Estudantes de Ciências Sociais (ERECS-Sudeste), marcado para os dias 22 a 25 de maio no ABC. Foi aprovada no ERECS de 2007 a realização do encontro na FSA principalmente pela possibilidade que se colocava de que a reitoria fechasse os cursos de licenciatura, entre eles, Ciências Sociais (...)

JUVENTUDE

Construir uma fração do movimento estudantil combativo no Congresso da Conlutas

Por: Tati Em julho ocorrerá o 1º Congresso da Conlutas. Acreditamos que no marco da reorganização dos movimentos estudantil e sindical, este congresso será um importante espaço que pode discutir e tirar um programa que arme a vanguarda que estará aí presente para uma atuação nas estruturas que, de fato, seja capaz de responder aos principais anseios da classe trabalhadora.

Luta Negra

SOBRE AS DECLARAÇÕES DO EX-COORDENADOR DE MEDICINA DA UFBA

Abaixo o racismo na Universidade!

Por: Mara Onijá A poucos dias de se completar 120 anos da assinatura da falsa abolição dos negros, os jornais noticiaram as declarações racistas do professor Antonio Natalino Manta Dantas, então coordenador de Medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA), dizendo que a nota 2 obtida pelo curso no Enade deve-se ao “baixo QI dos estudantes baianos†.

Internacional

BOLÃ VIA

Frente àofensiva da direita e os pactos de Evo Morales: lutar pela independência de classe

No dia 4/5 na província boliviana de Santa Cruz, a direita obteve um triunfo político importante, apesar de limitado, com a vitória do ‘sim’ no referendo pela autonomia da província. Agora, enquanto o governo trata de diminuir a derrota e insiste em negociar, o calendário autonomista da região da “meia-lua†segue em frente. O “diálogo nacional†que o governo de Evo Morales propõe só pode se dar à s custas dos interesses dos operários e dos setores (...)

ENCONTRO LATINO AMERICANO DA CONLUTAS

É necessária uma política clara de independência de classe contra os governos pós-neoliberais

A Conlutas está convocando para os dias 7 e 8 de julho em Betim a realização de um Encontro Latino-americano e Caribenho dos Trabalhadores. Entre os organizadores constam a Conlutas (Brasil), COB (Bolívia), Batay Ouvriye (Haiti), Tendência Classista e Combativa (corrente do movimento sindical uruguaio), e recentemente a corrente sindical venezuelana C-Cura de Orlando Chirino acaba de aderir ao (...)

ANIVERSà RIO DA FUNDAÇÃO DO ESTADO DE ISRAEL

60 anos de opressão do povo palestino

Por: Simone Ishibashi No dia 14 de maio completaram-se 60 anos da fundação do Estado de Israel. Comemorações enchem as ruas de Jerusalém, Tel Aviv e Haifa, que receberão a visita de seu padrinho, George W Bush. Enquanto isso milhões de palestinos recordam as décadas de expurgo, sofrimento e miséria a que foram submetidos desde que foram expulsos de suas casas após a votação da ONU, três anos após o fim da II Guerra (...)

ORIENTE MÉDIO

Avanço do Hezbollah

Por: Juan Chingo As ações do Hezbollah no Líbano mostram a debilidade militar das forças sunitas ligadas a Saad Hariri, como mostra a tomada da zona sunita de Beirute oeste e a posterior derrota das forças sunitas e drusas pró-ocidentais. Isso junto à falta de resposta das Forças Armadas às ordens do governo pró-ocidental de Siniora constitui um enorme avanço deste grupo.

Debates

DEBATES

O PCO de braços dados com o stalinismo

Por: Daniel Matos O Partido da Causa Operária (PCO), que se reivindica trotskista, ficou enfurecido (para não dizer enlouquecido) porque outras organizações políticas denunciaram que Rui Costa Pimenta, seu presidente, pronunciou seus discursos de 1º de Maio em um palco com fotos de Mao Tse Tung.