Palavra Operária Nº 037

CONTATO ler-qi@palavraoperaria.org

Nacional

ECONOMIA

Crescimento sustentado... no aumento da exploração e da precarização

Por: Thiago Flamé A divulgação pelo IBGE dos dados relativos ao crescimento da economia brasileira em 2007 trouxe ao país uma nova onda de otimismo e ofuscou as dificuldades que o governo Lula enfrenta no Congresso Nacional. Com o crescimento de 5,4%, menor somente que em 2004, quando o PIB cresceu 5,7%, até mesmo os setores críticos ao governo Lula comemoraram os números apresentados pelo IBGE. Isso por que houve crescimento em todos os ramos da economia: agropecuária, serviços e indústria. A criação de (...)

DÃ VIDA INTERNA

Uma nova roupagem da dominação imperialista

Por: Thiago Flamé O Brasil virou credor externo! Acabou a dependência externa! Governo e oposição comemoraram juntos mais essa mentira. Mas a divida externa não acabou, pelo contrário, continuou aumentando. Bancos e empresas brasileiras se endividaram em dólares, para emprestar em reais ao governo Lula. Este, por sua vez, se endividou em reais para pagar parcelas da divida externa e acumular reservas, em (...)

QUESTÃO AGRà RIA

Todo apoio àluta dos sem-terras

Por: Rodrigo Manne No momento em que Lula tem um dos maiores índices de aprovação popular e que festeja o crescimento do PIB, os trabalhadores sem terra, os atingidos por barragens e desapropriados, assim como os moradores das periferias do país, enfrentam cada vez mais a repressão policial.

VIOLÊNCIA

“PAC da segurança†: uma combinação de pequenas concessões com muita repressão

Por: Guto Rivera Nesse inicio de março, Lula visitou três favelas do Rio, a Rocinha, o Complexo do Alemão e Manguinhos, para anunciar o inicio das obras de urbanização que serão realizadas nas três favelas. Ao todo, estão previstos investimentos de cerca de 1 bilhão nessas favelas, segundo o jornal o Globo.

Internacional

ELEIÇÕES ESTADOS UNIDOS

A candidatura negra de Barack Obama

Por: Mara Onijá Nas prévias eleitorais dos Estados Unidos, em que o Partido Republicano já tem seu candidato definido – John McCain –, do lado dos democratas, a disputa entre Hillary Clinton e Barack Obama trouxe à tona o debate sobre a questão racial novamente, mas desta vez por um motivo inédito.

FRENTE À CRISE DA COLÔMBIA

Governos latino-americanos lavam a cara de Uribe e do imperialismo

Por: Simone Ishibashi O mês de março esteve marcado pela crise em torno do massacre comandado pelo presidente da Colômbia, à lvaro Uribe, sobre membros da Farc em território equatoriano que resultou na morte de cerca de 20 guerrilheiros, dentre os quais um dos máximos dirigentes daquela organização, Raul Reyes. Logo após o ataque, o presidente venezuelano Chávez foi o primeiro a condenar a ação de Uribe, seguido pelo presidente do Equador, (...)

Economia

CRISE FINANCEIRA

O FED tenta evitar um crack

Por: Juan Chingo Bear Stearns, o quinto banco de investimento especializado em bônus mais importante dos EUA, que estava à beira da falência teve que ser resgatado pela Reserva Federal de Nova York, para o qual contou com a ajuda do banco JP Morgan Chase, que facilitará o acesso a uma linha de financiamento especial. Esta ação por parte da Reserva Federal de Nova York está prevista para casos excepcionais. Invocando a pouco usada provisão agregada Federal Reserve Act em 1932, no pico da Grande Depressão, o Banco (...)

Mulher

MULHER

A hipocrisia das campanhas contrárias ao direito ao aborto

Por: Mara Onijá As campanhas contrárias ao direito ao aborto têm conquistado cada vez maior repercussão nos meios de comunicação. No Congresso Nacional, a Frente Parlamentar em Defesa da Vida e contra o Aborto reúne mais de 200 parlamentares e, além de colocarem-se contrários aos projetos de descriminalização e legalização do aborto, são responsáveis por um ofensivo plano de combate ao direito ao (...)

8 DE MARÇO

Bloco Pão e Rosas no Dia Internacional da Mulher

Por: Mara Onijá No último 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a Conlutas convocou em São Paulo um ato anti-governista já que as defensoras do governo na Marcha Mundial de Mulheres (dirigida pela DS do PT) se opuseram a fazer qualquer denúncia contra o governo Lula. Nós da LER-QI, junto com ativistas independentes, formamos o Bloco Pão e Rosas no ato que ajudamos a convocar como parte da (...)

Movimento Operário

REUNIÃO NACIONAL DA CONLUTAS

Retomar a luta contra a reforma sindical

Por: Jaime Caribé A reunião nacional da Conlutas – 29/02, 1 e 2 de março – reuniu no Rio de Janeiro mais de 200 ativistas representando cerca de 70 sindicatos, 30 oposições sindicais e 17 movimentos sociais. Foi a maior e mais representativa reunião, importante também pelos temas debatidos (situação da Venezuela, Congresso, Organização).

COLOCANDO O CONHECIMENTO A SERVIÇO DOS TRABALHADORES...

Nova lei de Falências e Super Simples abrem caminho para o ataque dos patrões

Por: Rafael dos Santos Para perpetuarem seus altíssimos lucros, os empresários do setor calçadista de Franca lançam mão de um pacote de medidas que atacam os direitos dos sapateiros. Nesse artigo, queremos denunciar alguns dos instrumentos que os patrões têm utilizado para explorar cada vez mais a categoria.

Juventude

FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ

Pelo reconhecimento dos cursos livres! Pela abertura de todos os cursos da FAFIL!

Por: Maíra Viscaya Se a reitoria e sua corja pensaram que os estudantes aceitariam de boca calada o fechamento dos cursos da FAFIL, se enganaram! Na segunda-feira, cerca de 200 pessoas assistiram à aula inaugural dos cursos livres, demonstrando que existem muitos trabalhadores e filhos de trabalhadores que querem estudar e são impedidos pelas altas mensalidades! Na terça-feira, o ato dos estudantes pela abertura dos cursos demonstrou a luta que temos que travar contra a burocracia acadêmica, que recebe muito (...)

SAPATEIROS DE FRANCA

Da Universidade àfábrica

Por: Vinicius Nemo Os sapateiros de Franca, grande força motora da economia da cidade do interior de São Paulo, vêm sofrendo um processo agudo de demissões, precarizações e de redução do nível de vida. Isso deve a reestruturação produtiva que a patronal vem aplicando para manter seus altos lucros.

DITADURA

O direito àmemória, àhistória e aos arquivos

No Brasil, a chamada “abertura democrática†serviu para garantir a transição de um regime “autoritário†para um regime “democrático†que se caracterizasse pela conservação da ordem burguesa, sobre as mesmas bases de subserviência ao imperialismo, embora com uma fachada menos hostil aos movimentos de contestação. Com a lei de anistia, aprovada em 1979, se garantiu não apenas a possibilidade de os militantes da resistência contra a ditadura saírem da clandestinidade ou voltarem do exílio, mas também o (...)

ELEIÇÕES DO CACS – PUC-SP

A necessidade da unidade dos que lutam para combater a direita e os governistas no Movimento Estudantil

Desde o ano passado a reitoria aumentou significativamente a repressão na Universidade. Em 2002 chegaram os Grabers, segurança privada, e instalaram as câmeras por todos os lados. Hoje a repressão que existe nos impede não apenas de realizar manifestações, mas também de entrar com um mero sofá dentro da universidade, como aconteceu recentemente no CONFIL, onde um estudante levou um soco de um Graber por tentar entrar com um sofá no Centro (...)

TODO APOIO AO ATO E CAMPANHA CONTRA A REPRESSÃO NA PUC-SP

É o momento de impulsionar uma campanha nacional contra a repressão de ontem e hoje

Por trás de discursos demagógicos do governo Lula e de migalhas para a setores da população, o que se tenta esconder é que estamos diante de uma enorme violência policial dirigida pelos governos federal, estaduais e municipais contra a população, em sua maioria aos trabalhadores, negros e pobres.

O PAPEL DA PUC NA LUTA CONTRA A DITADURA

Contra a repressão de ontem e hoje!

A PUC-SP traz em sua história a memória de ter sido um dos bastiões da resistência à ditadura militar. Em 22 de setembro de 1977 a PUC-SP abrigou cerca de 2000 estudantes que reunidos na imediação do Tuca fariam história, se manifestando em repúdio ao cerco policial que impedira a realização do III Encontro Nacional dos Estudantes no dia anterior. Num ato de coragem, a PUC-SP abria suas portas para a realização do evento que no dia anterior havia sido impedido de ocorrer pelas forças repressivas do (...)

Debates

II CONFERÊNCIA ELEITORAL DO PSOL

Um salto de qualidade na adaptação ao regime burguês e na lógica petista de governar.

Por: Domenico Moreti Depois de participar das eleições presidenciais de 2006 com a Frente de Esquerda (junto com PSTU e PCB), o PSOL realizará no final deste mês de março sua II Conferencia eleitoral com o objetivo de firmar as bases das novas alianças e do programa político dos seus candidatos que concorrerão aos cargos executivos e legislativos (prefeitos e vereadores) das eleições municipais de outubro de (...)

DEBATES

Frente CLASSISTA ou frente “de oposição de esquerdaâ€

Por: Daniel Matos No dia 26 de fevereiro de 2008 o PSTU publica uma “Carta à direção nacional do PSOL†, na qual propõe uma “frente de oposição de esquerda†para as eleições municipais deste ano. Nesta carta, o PSTU propõe ao PSOL a “defesa da independência política da classe trabalhadora†e “saídas anticapitalistas e de transição ao socialismo para todos os problemas concretos e mais sentidos pelos trabalhadores e o povo pobre†. Essa proposta só é possível “esquecendo†completamente a prática política e o (...)

Ideologia

IDEOLOGIA

Seminário: 70 anos do programa de transição da IV Internacional

Por: Edison Salles Utilizamos a seção de ideologia desta edição de Palavra Operária para trazer a público a realização do seminário sobre a atualidade do Programa de Transição da IV Internacional de 1938, realizado pelo PTS, em Buenos Aires, em duas sessões entre os dias 2 e 10, e 16 e 24 de fevereiro, com a condução dos companheiros Emilio Albamonte e Christian Castillo. Abordaremos aqui apenas alguns dos pontos centrais de discussão, e ainda assim sinteticamente, deixando a tarefa de desenvolvê-los com a profundidade (...)