Palavra Operária Nº 036

CONTATO ler-qi@palavraoperaria.org

Nacional

CONTRA A POLà TICA DE MAIS IMPOSTOS DO GOVERNO, PARA SOLUCIONAR O PROBLEMA DA SAÚDE

Não pagar as dívidas externa e interna!

Por: Jaime Caribé No fim de 2007 todos os jornais noticiaram, com ar mais ou menos discreto de vitória, o fim da CPMF, que arrecadava R$ 40 bilhões anuais para os cofres federais. Nem bem começou o ano de 2008 e o governo Lula aumentou outros dois impostos (IOF e CSLL), para compensar o buraco no seu orçamento. E para terminar de recompor o caixa que promove os escândalos de corrupção e paga os bilhões da dívida interna e externa, o governo ameaça cortar o reajuste salarial dos servidores públicos federais (...)

Para combater a inflação: reajuste automático dos salários de acordo com o aumento do custo de vida

Por: Domenico Moreti A inflação voltou a pesar mais sobre as famílias mais pobres. Lembremos que os índices oficiais de inflação mascaram o verdadeiro custo de vida dos trabalhadores e do povo pobre. Não bastassem os índices médios de transporte, habitação e despesas pessoais registrarem aumento no ano passado, o preço dos alimentos representou um aumento no custo de vida sem precedentes nos últimos (...)

O BRASIL NÃO VAI ESCAPAR ILESO DA RECESSÃO AMERICANA

Quem vai pagar a conta da crise?

Por: Thiago Flamé Frente a perspectiva de recessão nos EUA, economistas burgueses, apologistas de plantão do sistema capitalista, elaboraram as chamadas teses do descolamento, descolamento da economia mundial em relação à economia dos EUA, que se apoiando no crescimento da China e dos países emergentes poderia manter o crescimento econômico mundial até que a economia americana se recupere da recessão em que está (...)

Revolta popular contra o racismo e a brutalidade da polícia na terra do carnaval

Por: David Rehem , Guto Rivera Às vésperas do carnaval, um dos mais famosos do Mundo, a violência da burguesia contra os trabalhadores e o povo pobre ganha abertos contornos de violência racial e aparthaid na Bahia, justamente o Estado com maior proporção de negros do país.

Pela abertura imediata dos arquivos da ditadura! Punição aos responsáveis pelo golpe militar, pelas torturas e assassinatos!

Por: Thiago Flamé A recente decisão da justiça italiana e espanhola, que decretaram mandato de prisão para militares brasileiros que participaram da Operação Condor, trouxe de volta a discussão sobre os anos sombrios da ditadura militar. O fato de que tenha sido necessária uma decisão judicial desses países para que esse debate fosse retomado no Brasil mostra o quando estamos atrasados na luta pelos mais elementares direitos (...)

Qual a posição dos revolucionários em relação aos organismos de repressão?

Por: Guto Rivera A atual conjuntura de escalada repressiva contra os trabalhadores e o povo pobre, em particular os últimos episódios da violência policial nas periferias das grandes cidades, mas também a perseguição política ao movimento estudantil e aos lutadores do campo e da cidade, não somente reforça as posições revolucionárias, como revela sua atualidade para encarar os novos fenômenos de degradação social e educar os trabalhadores para combater a barbárie imposta pelos (...)

ESCÂNDALO DOS CARTÕES CORPORATIVOS

Matilde Ribeiro não pode falar em nome dos milhões de negros desse país

Por: Mara Onijá caso dos cartões corporativos fez estourar mais um escândalo de corrupção no governo Lula. Os gastos de milhões feitos por ministros e funcionários do governo escancararam mais uma vez para onde vai o que eles chamam de “dinheiro público†. A direita, com todo o seu cinismo, buscou posar de ética, como se não fizesse parte da mesma lama de corrupção, intrínseca ao Estado capitalista. Mas dessa vez, havia uma mulher negra, Matilde Ribeiro, no centro da roda e a burguesia branca não podia deixar de (...)

Mulher

MULHER TRABALHADORA

A igreja, o governo e a direita se organizam contra as mulheres

Por: Diana Assunção Em se tratando de hipocrisia e reacionarismo sobre a mulher, a burguesia brasileira, tendo a Igreja como aliada, está dando mostras de se superar cada vez mais.

O CINEMA E A MULHER

“4 meses, 3 semanas e 2 dias†retrata a precariedade dos abortos clandestinos

Por: Diana Assunção Enquanto a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) apresenta uma Campanha da Fraternidade com eixo na luta contra o aborto e “em defesa da vida†, chega aos cinemas brasileiros o filme “4 meses, 3 semanas e 2 dias†, de Cristian Mungiu, que mostra de forma abrupta e chocante a realidade das mulheres que fazem abortos clandestinos.

Arte

CULTURA

A arte fora da cerca

Por: Ana Tossato Na sociedade regida pelas leis do capital, a arte é uma área de acesso restrito. Apenas uma ínfima minoria tem condições parciais, tanto do ponto de vista econômico e de acesso, quanto do ponto de vista da compreensão, de desfrutá-la.

Debates

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2008

PSOL: da tática àestratégia de braços dados com a burguesia

Por: Domenico Moreti A crise de ex-partidos operários reformistas como o PT corresponde ao fato destes terem se tornado os agentes da ofensiva neoliberal. Esse giro é, talvez, a última fase de sucessivas adaptações ao regime capitalista que durante os últimos anos atingiu não só os antigos partidos trabalhistas mas também a velha social-democracia européia.

A estratégia de conciliação de classes perpetua a submissão ao imperialismo

Por: Jaime Caribé Como saída para o problema da dívida, o reformismo petista, setores da Igreja e direções de movimentos populares, negando a luta pelo não pagamento da dívida pública, apresentam a estratégia de auditoria “cidadã†, reivindicando que o Senado federal (este antro de corruptos) apure os contratos da dívida e autorize aqueles que estiverem ‘dentro das leis’.

Juventude

DEPOIS DO RESSURGIMENTO DO MOVIMENTO ESTUDANTIL EM 2007

O desafio é se ligar ao conjunto dos estudantes e aos trabalhadores

Por: Marília Rocha 2007 foi um ano que marcou o movimento estudantil (ME), que se colocou em cena depois de anos de paralisia, reinaugurando alguns métodos radicalizados de luta, como as greves e ocupações. Isso só foi possível porque atuou em grande parte por fora das direções tradicionais traidoras e governistas da UNE, do PT e PCdoB, que há tanto tempo tentam levar nossas lutas para o marco da confiança no parlamento e da conciliação com os inimigos do (...)

MOVIMENTO ESTUDANTIL

Universidade: conhecer para transformar

Por: Rafael Del Em mais um começo de ano, é necessário desmascarar para o conjunto dos estudantes como funciona a universidade para lutar conscientemente para transformá-la.

É urgente uma campanha nacional contra a repressão ao movimento estudantil

Por: Tati Desde o fim da luta das universidades paulistas e federais, as reitorias vêm desfechando uma repressão profunda aos ativistas com o intuito de mostrar aos lutadores que a radicalidade com a qual se levantaram será respondida à altura.

Movimento Operário

NOVO ATAQUE À AUTONOMIA SINDICAL NA VENEZUELA

Não àdemissão de Orlando Chirino

Por: Fração Trotskista Quarta Internacional As autoridades da petroleira estatal PDVSA e do Ministério do Trabalho demitiram o companheiro Orlando Chirino, reconhecido dirigentes sindical e da esquerda que, junto aos milhões de trabalhadores e trabalhadoras, e dos setores populares, enfrentou o golpe de estado pró-imperialista de abril de 2002 e a posterior paralisação-sabotagem patronal, na qual os trabalhadores e trabalhadoras e povo pobre recuperaram e puseram para produzir vários setores da PDVSA, que a reação pró-imperialista (...)

FRANCA

Contra o ataque dos patrões, uma alternativa dos trabalhadores para a crise do calçado

Por: Vinicius Nemo Uma crise vem assolando a indústria calçadista nos últimos tempos, principalmente no Rio Grande do Sul e em Franca (SP), que são os dois pólos do país. No discurso dos empresários, economistas e da mídia, essa crise resulta das dificuldades de concorrência das indústrias nacionais com a China, que vem abocanhando os mercados norte americano e europeu do setor e tirando espaço do (...)

PREPARANDO O I CONGRESSO DA CONLUTAS ENTRE OS TRABALHADORES NOS SINDICATOS

Programa classista e independência política dos trabalhadores

Por: Jaime Caribé A Conlutas se prepara para o seu I Congresso, nos dias 3, 4, 5 e 6 de julho de 2008, em Betim, cidade operária em Minas Gerais. Diante da atual crise econômica capitalista gerada pela quebra no sistema de crédito imobiliário norte-americano, o que se discute é qual será a gravidade de uma recessão nos EUA e as conseqüências para os demais países. Os trabalhadores brasileiros e os dirigentes de suas organizações precisam se preparar para tempos difíceis – bem mais difíceis do que foram as duas (...)

LUTAR EM DEFESA DO FUNCIONÃ RIOS PRECARIZADOS DA UNICAMP!

O processo de demissão e a ajuda da burocracia do PCdoB

Por: Ricardo Festi Nos anos 1990, a terceirização deu um salto quantitativo nas universidades públicas. A burguesia e seus representantes políticos, ao mesmo tempo em que diminuía as verbas públicas para as universidades, conquistava ao longo da década um setor cada vez maior da burocracia acadêmica para o seu projeto de universidade-empresa, ou seja, uma universidade cada vez mais subjugada aos interesses dos (...)

TELEMARKETING

Organizar os trabalhadores do telemarketing para lutar contra a super-exploração!

Por: Thiago Mathias É praticamente impossível de se pensar o cotidiano de grande parte da população das grandes cidades sem o atendimento via telefone ou internet de serviços financeiros, vendas, telefonia móvel, internet, assistência técnica, seguros, hospitalares, transporte... Todas são dependentes de milhares de trabalhadores do telemarketing.

Teoria

Internacional

PARA ENTENDER A CRISE

Cinco perguntas importantes sobre a crise capitalista mundial

Por: Paula Bach A atual crise econômica tem como epicentro nada mais e nada menos que os Estados Unidos. A chamada “Superterça†foi na verdade a “terça maldita†para sua economia. O anúncio de que no mês de janeiro a atividade do setor de serviços registrou a sua primeira contração desde a recessão do ano 2001 provocou uma forte queda de Wal Street e das bolsas de valores da Europa, México e Argentina, entre (...)

INTERNACIONAL

México: massiva mobilização operária e camponesa

Por: Grupo LTS-CC (Liga dos Trabalhadores pelo Socialismo) do México No último 31 de janeiro, a praça central da capital mexicana foi ocupada por centenas de organizações operárias e camponesas que concentraram, segundo os organizadores, cerca de 200 mil pessoas. Os contingentes camponeses encabeçaram a mobilização.

COM A RECESSÃO E A CRISE COMO PANO DE FUNDO

O que expressam os resultados das primárias nos Estados Unidos?

Por: Claudia Cinatti, PTS As eleições primárias nos EUA têm demonstrado que os dois principais partidos capitalistas – o Partido Republicano e o Partido Democrata – ainda não resolveram suas diferenças internas sobre quem será o mais capaz para conduzir o imperialismo norte-americano numa situação na qual se combinam a pesada herança da política exterior de Bush, a ocupação do Iraque e do Afeganistão, com uma economia que está entrando em (...)

CONGRESSO DA LCR FRANCESA

Salto no abandono da revolução

Por: Simone Ishibashi A LCR – seção francesa do Secretariado Unificado, organização internacional da qual faz parte a Democracia Socialista (DS) do PT e algumas correntes do PSOL cujan principal figura púbica é Heloísa Helena – deu um novo salto em seu processo de abandono de todac perspectiva revolucionária.

Partido

PARTIDO

Que partido para que estratégia?

Por: Marcelo Tupinambá Amplos setores da juventude e dos trabalhadores, cansados da política burguesa, têm se colocado “contra os partidos†. Repudiam os políticos que roubam e são serventes do capital contra os trabalhadores e o povo. Não podemos mais do que compartilhar esse justo rechaço. Mas este ódio é manipulado pela burguesia para voltá-lo contra a política em geral e assim separar a vanguarda operária e popular, sobretudo na juventude, de qualquer horizonte revolucionário e dos partidos de (...)