Palavra Operária Nº 030

CONTATO ler-qi@palavraoperaria.org

Editorial

Os ataques do governo Lula e as mobilizações dos trabalhadores

Desde a reeleição de Lula remarcávamos que o 2º mandato seria mais instável. Apesar da enxurrada de votos que levaram Lula a reeleição, iniciou-se neste ano um tortuoso segundo mandato para a classe trabalhadora.

Organizar um 1º de maio classista e anti-burocrático

A CUT e a Força Sindical convocaram para o 1º de maio um grande dia de festa, shows, sorteio de carros e apartamentos, e escondem o verdadeiro caráter de luta do dia do trabalhador como se fosse possível esquecer o cotidiano de exploração e os ataques impostos pelo governo e pela patronal.

Nacional

Na repressão aos camponeses e na pseudo-reforma agrária do Estado

A ditadura vive no campo brasileiro

Por: Daniela Jinkings No dia 17 de abril completaram-se 11 anos do massacre de Eldorado dos Carajás, em que policiais militares, subornados por um latifundiário da região, reprimiram com um verdadeiro banho de sangue uma manifestação de cerca de 1500 trabalhadores sem-terras.

Nos levantemos contra a polícia reacionária da burguesia

Contra a redução da maioridade penal e a militarização das cidades

Por: Guto Rivera O Governador Sergio Cabral pediu socorro a Lula para tentar conter a explosão do crime e do tráfico na Cidade Maravilhosa. A polícia, o Governo Estadual e também Lula parecem ter chegado ao acordo reacionário de que é preciso militarizar as ruas da cidade. Depois de “inovar†com o “Caveirão†, carro blindado que sobe os morros metralhando sem pisar no freio, a PM do Rio vai contar com o apoio do exército para patrulhar a (...)

Movimento Operário

Para desmascarar a direção governista da CUT

Apresentar um plano de guerra pelos direitos da classe trabalhadora

Por: Rodrigo Manne , Thiago Flamé Que todos os setores do movimento sindical, incluídos os sindicalistas da CUT e da Força Sindical que nos últimos anos passaram muito mais tempo em negociatas com o governo e a patronal que ao lado dos trabalhadores, comecem a falar de unidade é um indicio importantíssimo.

Internacional

Eleições presidenciais na França e a extrema esquerda

Por: Juan Chingo As eleições de domingo, 22 de abril, representam uma recomposição reacionária, anti-operária do regime imperialista francês.

Estados Unidos

O massacre em Vírginia

Por: Celeste Murillo, PTS Nada se sabe sobre o que passou pela cabeça do estudante sul coreano Cho Seung-Hui enquanto disparava tiros. A população dos Estados Unidos e do mundo ficou transtornada.

Bolívia

Um passo na luta para pôr de pé os assalariados de El Alto

Por: Eduardo Molina A Central Operária Regional de El Alto (COR) cumpriu um papel importante nas mobilizações dos últimos anos, ganhando prestígio junto a FEJUVE (Federação de Juntas Vecinales - representações de bairro). Apesar do nome somente poucos dos 100.000 assalariados altenhos estão representados na COR.

Venezuela

A esquerda diante do novo partido de Chávez

Por: Milton D’Leon, JIR Depois que a corrente sindical C-CURA votou no começo do ano "somar-se ao processo de construção e a todos os debates em torno da conformação do PSUV (Partido Socialista Unificado da Venezuela)", são ainda mais surpreendentes as duas últimas cartas que enviaram seus dirigentes à Hugo Chávez, e à Comissão Promotora do PSUV.

Uruguai

Recompensa econômica para os torturadores

Por: Hernán Yanes, correspondente de Montevideo Aprofundando e confirmando sua política pró-imperialista e anti-operária, o governo “progressista†de Tabaré Vázquez está dando novas mostras de sua verdadeira cara. Agora chegou a vez dos direitos humanos.

Teoria

Golpe de vista histórico sobre a frente única

"Os conflitos entre a classe operária e os patrões, a burguesia ou o Estado, surgem e se desenvolvem, sem cessar, pela iniciativa de uma ou de outra das partes"

Debates

Entrevista com Mara da Corrente Operária

A seguir publicamos uma entrevista com Mara, trabalhadora dos Correios do ABC, militante do movimento negro e do Hip Hop.

Nota sobre a “carta aberta†de Miguel Tavares

O companheiro Miguel militou conosco durante cerca de um ano. Desde julho de 2006, Miguel pediu afastamento da militância política alegando motivos pessoais. Agora, de repente, aparece no jornal da LBI tentando dar-nos lições de “ruptura com o morenismo†com o mesmo método e com o mesmo conteúdo confusionista com que nos critica a LBI.

Juventude

Lutando A Plenos Pulmões pela aliança operário-estudantil!

Por: Flávia Valle O Movimento A Plenos Pulmões sempre lutou em todas as universidades e escolas em que estamos por um novo movimento estudantil contra os velhos programas e métodos “petistas†de militar, que rebaixa a luta política ao patamar das reivindicações imediatas e corporativas, e resume o movimento a uma luta sindical e pelos aparatos.

Cultura

A sobra da arte

20 anos de arte contemporânea no Itaú Cultural

Por: Ana Tossato , Maitê Fanchini, estudante de Ciências Sociais da PUC-SP Antes de contemplar as obras, os visitantes se deparam com um dos textos do curador estampado na parede que dá acesso ao início da exposição: “Nada mais contemporâneo que o conceito de multidão. Ali onde antes prevaleciam, por ideologia, a classe e o povo agora surge a multidão.

O Cheiro do Ralo: dura vida

Por: Rodrigo Manne A VIDA É DURA! Essa é a frase que Lourenço repete cotidianamente para seus clientes. Lourenço é um comprador de peças usadas e diz isso para justificar aos clientes as injustiças que ele próprio comete. Falamos aqui de Lourenço, a personagem principal interpretada por Selton Melo no filme O Cheiro do Ralo, em cartaz nos cinemas brasileiros.

História

O movimento operário em meio àcrise nacional (1961-64)

Por: Edison Salles Na última edição do jornal Palavra Operária, esboçamos o ascenso geral das massas nos anos 1950, e mostramos como a renúncia de Jânio Quadros esteve ligada às profundas contradições de uma situação nacional que assumiu contornos pré-revolucionários desde o final do governo JK.

Crise do Partido Bolchevique

O retorno de Lênin

Por: Comissão do Instituto do Pensamento Socialista Karl Marx A revolução se iniciara havia mais de um mês, entretanto a crise nacional seguia sendo tão profunda como antes da queda do czarismo. As demandas principais que incitaram a centenas de milhares à luta nas ruas não haviam se concretizado.

Gênero

Sobre o aborto e as demandas da mulher trabalhadora

Por: Miriam Rouco O dia 1º de maio, assim como o 8 de março, tem sua origem nas lutas e mobilizações dos(as) trabalhadores(as) e comemorá-lo é seguir os passos destes de luta pelos nossos direitos e melhores condições de vida.

A igreja e a questão do aborto

Por: Miriam Rouco Num país onde 92% da população se reivindica católica, nesta terça-feira dia 24 de abril último foi aprovado por ampla maioria na Assembléia Legislativa a descriminalização do aborto até a 12a semana de gestação.