Palavra Operária Nº 014

CONTATO ler-qi@palavraoperaria.org

Nacional

Construir a Conlutas contra a burocracia e em defesa dos interesses dos trabalhadores e das massas

Por: Jaime Caribé Diante do governismo da burocracia da CUT e da necessidade de defender os interesses dos trabalhadores e das massas contra a superexploração capitalista, a tarefa fundamental é construirmos a Conlutas para coordenar os sindicatos e os setores que se propõem lutar contra a política do governo capitalista de Lula e do PT.

Entrevista com delegados dos trabalhadores da USP na Conlutas

Tarefas da vanguarda do movimento sindical brasileiro

Neste artigo reproduzimos uma entrevista com Claudionor Brandão e Mazé Cutinhola, delegados mandatados em assembléia pelos trabalhadores da USP para representá-los na Conlutas.

Propostas do Sintusp para o Encontro Nacional da Conlutas

A Conlutas deve se consolidar como um Pólo antiburocrático nacional, ou seja, de luta anti-governamental, contra as reformas universitária, sindical e trabalhista e para combater o arrocho salarial e o desemprego, com um programa dos trabalhadores de saída para a crise econômica e política que atravessa o país e que atinge aos trabalhadores e ao povo pobre.

Frente àtraição do PT e da burocracia da CUT

Os trabalhadores brasileiros precisam de um partido independente

Por: Daniela Jinkings Os dois anos de governo de Lula e do PT em aliança com setores importantes da burguesia brasileira se completam marcados pela total submissão ao capital internacional e por brutais ataques às condições de vida dos trabalhadores.

Contra o PT... PSOL e PSTU?

Por: Marcelo Tupinambá As principais referências nacionais de vanguarda hoje são o PSOL e o PSTU. Que hora dizem que a nossa proposta de um grande Partido Operário Independente é uma reedição do PT, uma “invenção da Liga Estratégia Revolucionária†ou tentam ignorar a nossa proposta.

Os zigue-zagues do PSTU

A situação nacional não permite oscilações

Por: Marcelo Tupinambá Nossa Liga Estratégia Revolucionária vem atuando, conjuntamente com a COMUNA, a JRS e independentes em frente única com o PSTU na Conlutas e na Conlute porque consideramos que o PSTU deu um passo a frente em uma política para a reorganização sindical e estudantil em processo.

Declaração política da FT-QI

Por um Fórum Paralelo classista, anticapitalista e anti-imperialista

Por: Fração Trotskista Quarta Internacional De 26 a 31 de janeiro, na cidade gaúcha de Porto Alegre, ocorrerá a quinta edição do Fórum Social Mundial. Contudo, mesmo com todos os recursos garantidos pelo governo federal e pelas grandes corporações imperialistas devidamente travestidas como simpáticas ONGs, os organizadores do Fórum terão esse ano inúmeras dificuldades para manter o clima de festa.

O Fórum Social Mundial e a esquerda brasileira

A quinta edição do FSM, após uma passagem pela à ndia em 2004, marca um retorno em crise a Porto Alegre. Não bastasse a “crise ideológica†aberta por conta da passagem de malas e bagagens de Lula e da cúpula petista para o campo dos “neoliberais ortodoxos†, uma outra crise, desta vez política e material, se abateu sobre o FSM, motorizada pela derrota do candidato da esquerda petista nas eleições municipais de Porto Alegre, depois de 16 anos de administrações (...)

As contradições do crescimento do PSOL

Por: Edison Salles Para todos os revolucionários no Brasil, o fenômeno objetivo mais importante hoje é o processo de ruptura das massas com o PT. O curso e os ritmos desse processo serão determinantes para definir toda a próxima etapa da luta de classes no país.

Juventude

Auditório do SINDIFISP , 16/01/2005

Ata da Plenária Estadual da Conlute – SP

PAUTA: Informes 1. Encontro Nacional Contra a Reforma Universitária 2. Organização da Conlute-SP 3. FSM: ônibus

Entrevista

"Construção de um espaço não burocrático"

"Eu acho que temos primeiro que pensar porque está sendo construindo essa nova coordenação. A UNE é um espaço onde a burocracia já domina, não pode ser mais pensada como um instrumento de luta."

Movimento estudantil secundarista e luta pelo passe livre

Os desafios do movimento estudantil secundarista

Por: Thalita Campos , Tiago Santos As lutas dos secundaristas a favor do passe livre que estremeceram o Brasil de norte a sul, ficaram isoladas por falta de uma verdadeira coordenação nacional que unificasse as principais as lutas estudantis de conjunto, tanto secundaristas quanto universitários contra as políticas do governo para educação.

Reforma Universitária de Lula e do PT: Pequenas concessões, grandes ataques

Por: Thiago Flamé A partir da aprovação do ProUni (Projeto “Universidade Para Todos†), parte fundamental da reforma universitária, o governo tem apresentado este como o seu principal programa social de inclusão e de distribuição de renda.

II Encontro Nacional Contra a Reforma Universitária do Governo

Por: Joyce Machado O Encontro da Conlute, marcado para o dia 27 de janeiro em Porto Alegre, durante o Fórum Social Mundial é parte fundamental para a construção da Conlute enquanto pólo antiburocrático e início do plano de ação que a Conlute tem que desenvolver no ano de 2005.

"A Plenos Pulmões" construindo a Conlute como pólo anti-burocrático

Por: Daniel Galdino , Joyce Machado Uma nova etapa se abre para o movimento estudantil. Durante o ano de 2004, frente à s precárias condições de ensino e os ataques diretos do governo Lula através da reforma Universitária e à s condições de vida da população em geral, o movimento estudantil protagonizou um importante papel político e passa hoje por uma recomposição e um processo de ascenso (nos secundaristas) e politização em âmbito (...)

Balanço da Plenária da Conlute-SP

Por: Daniel Galdino , Thiago Flamé No dia 16 de janeiro se realizou a primeira plenária estadual da Conlute em São Paulo. Mesmo tendo sido marcada para o dia 15 já no inicio de dezembro, até uma semana antes da sua realização nenhuma divulgação havia sido feita. Foi a iniciativa dos companheiros de “A Plenos Pulmões†, que garantiu a convocação da plenária mesmo a contragosto do PSTU.

Internacional

Eleições no Iraque se transformam em teste ácido para o imperialismo

Por: Simone Ishibashi A menos de duas semanas das eleições, a crise aberta no Iraque se intensifica. Os planos do imperialismo norte-americano, e do governo fantoche de Allawi, de realizar as eleições para conseguir alguma legitimidade frente às massas iraquianas têm sido cada vez mais questionados pelo recrudescimento dos ataques a membros do alto escalão do governo provisório.

Eleições na Palestina

Uma farsa de democracia para desativar a luta do povo palestino

Por: Simone Ishibashi A vitória de Abbas, chefe da velha guarda de Fatah tido como moderado pelo imperialismo, Israel, e pelos setores radicais do próprio Fatah, foi bem recebida por Bush e por Ariel Sharon.

Argentina

A vanguarda operária de Zanon e seu sindicato ceramista

Vanguarda indiscutida dos processos de recuperação de fábricas iniciados em 2001, os operários ceramistas de Zanon e seu sindicato SOECN têm se transformado, após quase três anos de gestão operária, em referência e reserva indiscutida da classe operária de nosso país.

Exigir que o governo de Lula e do PT retire já as tropas brasileiras do Haiti!

O povo haitiano tem sentido todo o peso da militarização do Mundo promovida a partir da agenda neoconservadora de Bush e sua coalizão imperialista.

Bolívia

Ofensiva "autonomista" da burguesia cruzenha desnuda a crise política

Por: Javo Ferreira, LOR-CI Uma semana depois do triunfo da mobilização operária e popular de El Alto que expulsou a transnacional francesa “Aguas del Illimani†; a ofensiva do Comitê Cívico de Santa Cruz, paralisou completamente este estado por vários dias. O governo de Carlos Mesa, que aplicou o “gasolinazo†cumprindo as exigências do FMI, está nas cordas em meio ao terremoto social e político que sacode o (...)

A política de Chávez e a visão embelezadora do PSOL

Por: Simone Ishibashi Apesar de existirem tensões entre Chávez e o imperialismo norte-americano, para ter um programa revolucionário para os trabalhadores e as massas venezuelanas, se faz necessário que os marxistas revolucionários se detenham sobre os limites do chavismo, visão contrária as das esquerdas que caem em simplificações e embelezamento do chavismo.

A classe operária argentina começa a se recuperar

Por: Mônica Torraz, PTS Em consonância com os processos de ações operárias que começaram no continente, a classe trabalhadora argentina iniciou um curso de ações de luta que, frente às expectativas que ainda se mantêm no governo de Kirchner, têm marcado a política do país.

Arte e ideologia

Conheça a Casa Socialista de Cultura e Política

Localizada no Brás, um bairro operário na região central da cidade, a Casa Socialista é um espaço que tem as portas sempre abertas aos trabalhadores e à juventude, voltado a dar vazão a todas as formas de expressão e de organização cultural e política que questionem a ordem vigente de maneira radical.

"Capitalismo mais justo" não rima com Hip Hop de combate

Por: Mara Onijá Há três anos, durante o Fórum Social Mundial em 2002, vários grupos e posses se reuniram na Praça Pôr do Sol e discutiram a construção do Fórum Nacional de Hip Hop.

Sobre o filme Peões, de Eduardo Coutinho

Apenas um “entreatoâ€

Por: Daniela Jinkings Zelinha, sentada na lateral de uma grande mesa de reuniões, onde, ao fundo, figura um par de garrafas térmicas, conta que entrou no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC no mesmo ano que Lula, 1976, ele como presidente, ela como faxineira.

Marxismo, populismo e classe operária

Por: Edison Salles Em todos os lados, hoje, vemos o populismo avançar e ganhar posições, tanto no plano político quanto principalmente no plano ideológico, num terreno que deveria ser (e que deverá ser no futuro) ocupado pelo marxismo revolucionário: o terreno da contestação da ordem de coisas existente do ponto de vista dos setores mais explorados e oprimidos da população.