Palavra Operária Nº 013

CONTATO ler-qi@palavraoperaria.org

Casa Socialista

Inauguração da “Casa Socialista†de cultura e política

O lançamento da "Casa Socialista†de cultura e política é uma iniciativa voltada a fortalecer a luta dos trabalhadores e de todos os oprimidos pelo fim da exploração. A existência de um espaço próprio dos trabalhadores e da juventude, verdadeiramente a serviço de sua luta revolucionária, é uma abertura na teia social reprodutora da alienação e da opressão.

Sobre o lançamento da revista Estratégia Internacional Brasil

Por uma intelectualidade revolucionária que se funda com a classe operária

No mesmo mês em que inauguramos nossa primeira Casa Socialista de Cultura e Política, tem lugar a publicação da primeira edição da revista Estratégia Internacional Brasil. Convidamos todos os leitores e simpatizantes deste jornal a conhecer nossa revista teórico-política, versão brasileira da revista Estrategia Internacional, órgão teórico da Fração Trotskista – Quarta Internacional, que já leva mais de uma década de existência e que no último período passou a ser publicada também em inglês, (...)

Nacional

GREVE GERAL para derrotar as reformas do governo Lula e do PT

Qualquer trabalhador que ainda tinha alguma dúvida sobre o caráter burguês e antipopular do governo Lula, agora tem algumas mostras a mais da necessidade de lutar contra esse que não é nada mais que um neoliberalismo ao estilo petista.

Abaixo a repressão, os assassinatos e a criminalização contra os lutadores sociais

Os governos estaduais, principalmente o de Geraldo Alckmin (PSDB) em São Paulo, têm descarregado uma ofensiva repressiva contra os trabalhadores, a juventude, os sem teto e os sem terra. Nas últimas semanas, somente em São Paulo, a política militar atacou covardemente crianças e adultos que ocuparam dois prédios abandonados em buscam de moradia.

Mais um massacre contra os sem terras. Até quando?

A política do governo Lula encoraja os latifundiários

Por: Jaime Caribé O governo Lula, com sua política antipopular e antioperária, não cumpriu sequer com a metade dos assentamentos prometidos aos sem terras. Neste governo, o número de mortos entre os sem terras tem sido recorde. Isso não é por acaso: é o resultado da aliança do PT com os partidos burgueses e os latifundiários para aplicar uma política de defesa da propriedade privada, negando o direito aos sem terras de ocupar os latifúndios e colocando-o na “ilegalidade†(...)

Crise no governo Lula ?

Se a análise imediatamente posterior à conclusão das eleições de outubro expressava um resultado contraditório e em grande medida ainda indefinido para o governo e para o PT, há quase um mês das eleições os acontecimento que passaram a tomar conta do Planalto expressam uma dinâmica inquestionavelmente desfavorável para Lula.

A Conlutas e seus sindicatos precisam impulsionar um partido operário independente controlado pelos sindicatos

Por: Jaime Caribé A classe trabalhadora brasileira necessita construir uma ferramenta política independente da burguesia e contra as traições dos reformistas e seus partidos políticos. Qualquer organização política séria deve buscar as táticas mais audazes para dialogar com os mais de 40 milhões de assalariados urbanos desse país, uma força extraordinária que move todo o sistema capitalista e, por isso mesmo, pelo seu peso social, é a classe capaz de lançar mão dos métodos mais avançados para paralisar essa máquina (...)

Campanha em defesa do Sintusp e da unidade dos funcionários da USP

Nas eleições que ocorrem em novembro para renovação da direção do Sintusp – Sindicato dos Trabalhadores da USP –, concorre apenas a Chapa 1, constituída por uma parcela dos atuais dirigentes sindicais e trabalhadores que estiveram à frente da greve da USP. Uma segunda chapa foi impugnada por não cumprir os requisitos estatutários, e mesmo recorrendo à justiça burguesa teve suas ações indeferidas porque os juízes entenderam que esta chapa não estava de acordo com o estatuto do sindicato. Não (...)

Contra a política do FSM, de Lula e do PT

Necessitamos construir um Fórum Paralelo anti-imperialista e anti-governista

Após a eleição de Lula tornou-se mais clara a falácia do discurso sobre a possibilidade de dar uma resposta às demandas da juventude e dos trabalhadores que se limite a projetos como o orçamento participativo, ou quaisquer tipos de migalhas, que Lula inclusive mostra não estar disposto a dar. Cada vez mais mostra-se evidente que um outro mundo só será possível destruindo o capitalismo.

Juventude

A luta por DCE´s militantes nas universidades estaduais paulistas

Por: Marília Rocha As entidades da USP, da Unesp e da Unicamp hoje estão impregnadas da lógica geral que domina o movimento estudantil: o petismo. Isso, somado a outros fatores, levou a que o movimento estudantil na USP e na Unicamp, ao invés de cumprir o papel que lhe cabe nestas que estáo entre as principais universidades do país na luta contra a reforma universitária, ficassem na retaguarda nesta (...)

As contradições da chapa Palmares, futura gestão do CACS/PUC

O movimento estudantil, que esteve praticamente ausente da cena política na década de 90, inicia um processo de recomposição. Ao longo do ano de 2004 não foram poucas as lutas travadas pelos estudantes contra a repressão, em defesa dos seus interesses imediatos e em defesa da universidade pública. Neste final de ano, esse processo de recomposição e reorganização se expressou nas eleições estudantis em todo o país. Com a desilusão de amplas camadas da população frente ao governo Lula e com a (...)

Eleições para grêmios estudantis

“Chapa Levante†no Giordano Bruno: anti-capitalista, anti-burocrática e pró-trabalhadores

Por: Adriana Midorikawa O grêmio é uma entidade de organização dos alunos dentro e fora do colégio. Ele deve ser um instrumento para potencializar a força dos estudantes nas suas lutas, e a partir da sua mobilização, deve lutar pela unificação com os trabalhadores e outros setores da população explorada na luta pelas demandas dos estudantes e contra o capitalismo.

Internacional

Imperialismo, subordinação e protestos

Por: Clase contra Clase, Chile A cúpula da APEC no Chile não está trazendo grandes novidades imediatas para os capitalistas e seus governos, como Fórum. Se para promover e consolidar os interesses particulares de alguns, principalmente da China com sua investida sobre a América Latina para assegurar a provisão de recursos naturais e a inversão de seus capitais. Ou Estados Unidos, buscando (de maneira vã) assegurar e consolidar sob forma de acordos uma dominação mais consensual sobre esta importante região do mundo. Depois, as (...)

Eleições norte-americanas: vitória dos falcões

A reeleição de Bush legitima a política militarista que marcou o seu primeiro mandato, ao ter dado a este a maioria no Colégio Eleitoral e na votação popular. Isso demonstra que o Partido Republicano conseguiu criar uma base fundamentalista religiosa entre os setores privilegiados da classe média norte-americana. Esses setores são os que têm respondido ao clima de terror instaurado após o 11 de setembro, alimentado por Bush, prestando o apoio à s ofensivas imperialistas no Iraque e (...)