Quinta 18 de Julho de 2019

Juventude

ESTUDANTES REALIZAM ATO NA AV. PAULISTA EM DEFESA DA GREVE NA USP

“Pagamento dos salários e negociação! Contra o reitor de Serra da PM e repressão! Unidade operário-estudantil! E chega de reitor dialogando com fuzilâ€

11 Jun 2010 | Cerca de 70 estudantes foram à Av. Paulista manifestar seu apoio à greve dos trabalhadores da USP, que hoje enfrenta duros ataques por parte de Rodas, o reitor de Serra na USP. Na semana passada, após mil trabalhadores da universidade sofrerem corte em seus salários por parte da reitoria e as negociações terem sido encerradas, os trabalhadores decidiram ocupar a reitoria contra esta absurda repressão ao seu direito de greve.   |   comentários

JPEG - 18.1 KB

Na noite de hoje, 11 de Junho, estudantes da USP organizaram um protesto contra os ataques de Rodas, expressando que há um setor estudantil que está disposto a lutar ombro a ombro com os trabalhadores conta os ataques àeducação implementados por Serra e Rodas, que incluem planos de precarização da qualidade do ensino, medidas de repressão às greves e aos lutadores, corte de gastos através de privatização e terceirização, como o próprio Rodas expressou em artigo publicado na Folha de S. Paulo de ontem.

JPEG - 49 KB

Os estudantes presentes no ato se colocarem em solidariedade tanto àgreve da USP quanto àdo judiciário, que também sofre o corte de salários por parte do governo Lula, e que seguiu o exemplo dos combativos grevistas da USP ocupando o fórum João Mendes nesta semana. Nas escadarias do prédio da Gazeta chamamos os estudantes da faculdade privada Cásper Líbero a se incorporar ao ato, dizendo, apesar do impedimento de subir as escadas por parte dos seguranças, que a greve da USP luta não apenas contra os ataques àeducação, como também pela democratização da universidade, pelo fim do vestibular e pelo direito de todos àeducação pública e gratuita.

JPEG - 35.5 KB

Somaram-se também a este ato estudantes de outras universidades solidários àgreve, como da PUC, Unesp, Unicamp e Fundação Sto. André, expressando outros setores estudantis em luta. Na Unesp de Marília hoje há um processo de luta estudantil, com dois cursos em greve e a diretoria do campus ocupada, que já conseguiu reverter os planos de terceirização do restaurante universitário por parte da reitoria. Da Fundação Sto. André compareceram os estudantes da chapa que concorre ao DA, “Desafiando a miséria do possível†, que recentemente encabeçaram a luta em defesa das trabalhadoras terceirizadas da cantina em sua universidade.

JPEG - 38.5 KB

O ato, após sair do prédio da Gazeta, fechou uma faixa da Av. Paulista e seguiu em marcha com cartazes, realizando cortes no trânsito da via. Juntos cantamos palavras de ordem como: “Pagamento dos salários e negociação! Contra o reitor de Serra, da PM e repressão! Unidade operário-estudantil! E chega de reitor dialogando com fuzil!†. Seguimos até o Fórum, onde cantamos em solidariedade aos trabalhadores do judiciário em greve: “Ô judiciário, estamos aqui contra o corte do salário!†. Celso, trabalhador da USP e delegado do comando de greve, fez uma fala saudando os estudantes presentes no ato em nome dos trabalhadores da USP.

JPEG - 42.1 KB

Acreditamos que este ato, impulsionado pelos militantes do Movimento A Plenos Pulmões, do Grupo de Mulheres Pão e Rosas e da Liga Estratégia Revolucionária, ainda que pequeno, expressa que os estudantes podem fazer a diferença ao se colocar em luta ao lado dos trabalhadores. É necessário seguir lutando para que o movimento estudantil tome as bandeiras de luta dos trabalhadores e esteja ombro a ombro com eles contra Serra e Rodas, como tem feito os estudantes de Marília que nos mostram que é possível deter os ataques que vem sendo implementados. Seguiremos junto aos trabalhadores da USP, das estaduais paulistas e do judiciário contribuindo com todas as nossas forças para que estes conflitos possam ser vitoriosos.

Saiu na mídia:

- 11/06 FOLHA GRUPO DE ALUNOS DA USP, UNESP E UNICAMP FECHA AV. PAULISTA DURANTE PROTESTO
- 11/06 ESTADÃO: ALUNOS DA USP BLOQUEIAM FAIXA DA AVENIDA PAULISTA EM APOIO À GREVE DOS SERVIDORES

Artigos relacionados: Juventude , São Paulo Capital









  • Não há comentários para este artigo