Gênero e Sexualidade

Nova publicação traz texto inédito de Trotsky sobre a luta das mulheres

26 Feb 2015   |   comentários

Neste 8 de março virá a público a compilação de textos "Trotsky e a luta das mulheres" da Centelha Cultural em parceria com as Edições ISKRA

Neste 8 de março virá a público a compilação de textos "Trotsky e a luta das mulheres" uma publicação da Centelha Cultural em parceria com as Edições ISKRA e sua Coleção ISKRA Mulher que já reúne vários títulos. Com prefácio de Diana Assunção, diretora do Sintusp e militante pelos direitos das mulheres, nesta compilação o leitor encontrará também um texto inédito no Brasil chamado "14 perguntas sobre a vida e a moral na União Soviética" - que trata-se de entrevista dada por Trotsky àRevista Liberty nos Estados Unidos em 1933.

Sobre esta publicação, Diana Assunção declarou que "Ano passado nos empenhamos, junto com a Editora Boitempo, em publicaro livro ’Mulher, Estado e Revolução’ pois significa um aporte para a luta das mulheres e da classe trabalhadora em todo o país. Agora, um ano depois, buscamos ainda no universo da revolução russa, trazer a público os textos, entrevistas e discursos de Leon Trotsky, grande revolucionário russo, sobre a luta das mulheres". Para Diana, é fundamental estudar as obras clássicas e retomar as grandes experiências da classe operária e sua relação com a luta das mulheres.

"O interessante de acompanhar as elaborações de Trotsky sobre o tema é que mostra de forma contundente os avanços e retrocessos na luta da mulher conforme a própria dinâmica da revolução e seu momento de burocratização com Stalin àfrente. Em algum sentido, vejo esta compilação como uma complementação fundamental àobra de Wendy Goldman que de forma brilhante apresentou um estudo historiográfico sobre o tema. Entretanto, Trotsky nos apresenta a estratégia bolchevique de forma mais terminada e o incessante desejo pelo mundo novo e pra que se acabe de uma vez por todas qualquer forma de opressão", completou Diana.

Diana finalizou dizendo que "Este livro, como todos da Coleção ISKRA Mulher, pretende ser uma ferramenta a mais na luta das mulheres trabalhadoras. Ao final, incluímos também um apêndice com texto de Lenin, outro importante revolucionário russo, tratando do poder soviético e a posição da mulher. Convidamos todos e todas a conhecer esta publicação, porque como dizia Leon Trotsky, pra ser um revolucionário é preciso enxergar a vida com o olhar das mulheres. E trazendo esta idéia pra nosso país e para os dias atuais, completamos que para ser um revolucionário é preciso olhar a vida com o olhar das mulheres, em especial as mulheres negras, imigrantes e indígenas, que mais sofrem com a opressão patriarcal e a exploração capitalista".

Artigos relacionados: Gênero e Sexualidade









  • Não há comentários para este artigo