Sábado 19 de Outubro de 2019

Movimento Operário

Negros e negras conscientes "estão convocados pelo desenvolvimento histórico a se tornar vanguarda da classe trabalhadora"

02 Jul 2008   |   comentários

Com esta frase, que é em si mesma uma definição estratégica para os negros e negras conscientes, o revolucionário Leon Trotsky resumia a importância para a revolução operária e socialista da unidade entre todos os trabalhadores, brancos e negros, na luta contra a exploração capitalista, fonte e raiz de todos os males e do racismo.

Como delegado ao I Congresso da Conlutas e militante negro classista e revolucionário, apresento aos delegados/as da Conlutas propostas e reivindicações dos/das negros/as para que sejam assumidas, porque somente assim, com um programa e uma prática voltada aos interesses dos setores mais explorados da classe trabalhadora, avançará o classismo na Conlutas.

Contra a precarização, que atinge principalmente os negros e negras! Efetivação dos/as trabalhadores/as terceirizados/as com salários e direitos iguais. Salário mínimo do Dieese. Punição às empresas que não contratam trabalhadores/as negros/as ou mantêm diferenças salariais entre negros/as e brancos/as. Direito àterra para os quilombolas! Moradia digna! Fim do vestibular, acesso livre e bolsas de assistência estudantil para os/as negros/as nas universidades públicas! Atendimento público e gratuito às necessidades específicas de saúde para o povo negro. Liberdade de expressão para as religiões e manifestações culturais de matriz africana! Fora as tropas brasileiras do Haiti!

Apoiamos também as resoluções principistas do Sintusp contra a violência policial, principalmente contra o povo negro:

- Por uma campanha contra a repressão policial!

- Pela dissolução da polícia!

- Por comitês de autodefesa dos trabalhadores ligados aos sindicatos combativos e às organizações populares!

- Fora da Conlutas os “sindicatos†de policiais!

- Fora a polícia e demais forças armadas das universidades e escolas!

- Fora o Exército, Polícia e Força Nacional de Segurança dos morros e das favelas!

- Contra a repressão e todas as formas de punição aos lutadores e aos movimentos sociais!

Pablito é delegado pelo SINTUSP

Artigos relacionados: Movimento Operário , Questão negra









  • Não há comentários para este artigo