Movimento Operário

Bruno Gilga Rocha no SPTV 2ª edição

Laudo comprova: pó branco em livros é inseticida proibido e cancerígeno

26 Feb 2015   |   comentários

Como temos denunciado neste artigo e neste outro, hoje o SPTV esteve na USP e entrevistou Leticia Parks, estudante da Letras e Bruno Gilga Rocha, diretor do Sindicato dos Trabalhadores da USP em relação àcontaminação por DDT do acervo Cruz Costa, doado àBiblioteca Florestan Fernandes em 2009.

Hoje as atividades da biblioteca estiveram paralisadas, bem como o atendimento ao público, e assim se manterá até que o acervo em questão seja removido. Tal decisão, tomada pelos trabalhadores, contou hoje com o apoio de vários estudantes que fizeram um flashmob encenando a morte por DDT. Essa paralisação visa garantir a segurança daqueles que cotidianamente trabalham e transitam pela biblioteca e podem estar expostos a uma substância que, além de ter seu uso proibido desde 2009, é altamente cancerígena e pode, inclusive, se dispersar pelo ar.

Confira no link abaixo o vídeo veiculado pelo SPTV 2ª edição com a denúncia:
http://globotv.globo.com/rede-globo/sptv-2a-edicao/t/edicoes/v/laudo-comprova-que-po-branco-encontrado-em-biblioteca-da-usp-e-um-inseticida/3987783/

Artigos relacionados: Movimento Operário , São Paulo Capital , Universidade









  • Não há comentários para este artigo