Movimento Operário

CRÔNICA DIRETO DE MADRI

Histórica mobilização e posterior repressão

16 Nov 2012   |   comentários

No dia da segunda greve geral contra o governo do PP, a cidade de Madri foi transformada em uma cidade sitiada pela polícia nacional. A repressão começou durante a madrugada nos piquetes noturnos nas garagens da EMT e em diversos bairros, continuou ao redor das 13h quando em Cibeles ocorreram ataques que dispersaram as manifestações que partiram de Callao e Gran Vía.

Durante a noite, depois que as manifestações de CCOO-UGT e de CGT-CNT chegaram na Plaza Colón e Atocha respectivamente, e ao mesmo tempo em que o 25-S chamava para cercar o congresso a polícia atacou diversas vezes de forma seletiva contra grupos de manifestantes por todo centro de Madri.

O saldo da jornada pode ser estimado em mais de 60 detidos na capital e mais de 30 feridos com cassetetes e balas de borracha nas inumeráveis repressões policiais que se estenderam por todas as praças centrais da cidade e se intensificaram desde as 21h adiante.

Os companheiros do Classe contra Classe participamos das manifestações e levamos nossa solidariedade aos trabalhadores do Hospital La Princesa que atualmente se encontra em luta contra o desmantelamento do hospital levado adiante pela Comunidad de Madri, já que no caso de se concretizar deixará centenas de trabalhadores sem emprego ou em condições de extrema precariedade ao ser realocados em outros hospitais sem que se reconheça sua antiguidade no posto. É um duro ataque a todos os trabalhadores do hospital e a todos os trabalhadores e ao povo que depende da saúde pública.

A jornada de greve geral tem sido um êxito porque tem paralisado de forma contundente a industria e o comércio sendo apoiada amplamente por milhares de trabalhadores. Deve ser um passo mais para que os trabalhadores incrementemos nossa confiança em nossas próprias forças para iniciar um plano de luta sustentado desde as bases que derrote os ajustes do governo do PP ao gosto da troika.

Liberdades aos detidos por lutar!!!

Artigos relacionados: Movimento Operário , Internacional , Juventude









  • Não há comentários para este artigo