Internacional

Grande marcha na Alemanha contra os planos de austeridade de Merkel

18 Mar 2015 | A capital financeira da principal potência europeia amanheceu com mais de dez bloqueios nas distintas áreas da cidade. Estas ações formam parte da marcha que concentrará dezenas de milhares de manifestantes contra o governo Merkel.   |   comentários

A capital financeira da principal potência europeia amanheceu com mais de dez bloqueios nas distintas áreas da cidade. Estas ações formam parte da marcha que concentrará dezenas de milhares de manifestantes contra o governo Merkel.

"Blockupy Frankfurt" é uma manifestação convocada por organizações sindicais, sociais e políticas para repudiar os planos de austeridade que leva adiante o governo de Angela Merkel contra o povo trabalhador grego, alemão e do restante da Europa. Desta manifestação formarão parte os trabalhadores em greve das distintas plantas da empresa Amazon, assim como professores e outros setores de trabalhadores que se encontram atualmente em luta.

Estes setores marcharão juntos em um bloco; a respeito, Stephan Schneider – dirigente do grupo RIO, organização irmã da LER-QI na Alemanha – afirmou: “que os setores em greve participem juntos da ação é um êxito, já que não só protestamos contra as direções empresariais, mas nos dirigimos contra a política do governo alemão e as instituições europeias. Da mesma forma, é importante a solidariedade com os trabalhadores de todos os países, especialmente os gregos, que são atacados duramente pelos planos de austeridade†.

A seguir, vídeo do correspondente internacional do LaIzquierdaDiario argentino, Sebastian Vargas, direto de Berlim.

O objetivo da massiva manifestação será chegar àsede do Banco Central Europeu, enquanto que o governo Merkel dispôs um operativo de 10 mil policiais para resguardar a sede financeira, em um raio de mil metros. Este dispositivo policial já provocou as primeiras repressões e prisões de manifestantes às 7 horas da manhã, horário local

Artigos relacionados: Internacional









  • Não há comentários para este artigo