Internacional

GESTAMP DESCUMPRE CONCILIAÇÃO OBRIGATÓRIA

Gestamp: "Novas manobras dilatórias da empresa para não cumprir a conciliação obrigatória"

03 Jun 2014   |   comentários

Agustín Comas, advogado dos trabalhadores de Gestamp, declarou desde a porta da planta em Escobar: “Os trabalhadores, acompanhados por suas famílias, voltaram a apresentar-se hoje as 6h da manhã para entrar a trabalhar, como dispôs o Ministério do Trabalho provincial através da conciliação obrigatória, e a empresa informou que deviam fazer uma revisão médica na (...)

(Escobar, 3/6/14) Agustín Comas, advogado dos trabalhadores de Gestamp, declarou desde a porta da planta em Escobar: “Os trabalhadores, acompanhados por suas famílias, voltaram a apresentar-se hoje as 6h da manhã para entrar a trabalhar, como dispôs o Ministério do Trabalho provincial através da conciliação obrigatória, e a empresa informou que deviam fazer uma revisão médica na Capital. Como pode ser que apenas hoje a empresa se recordé da revisão médica, quando passaram três dias desde que se ditou a conciliação obrigatória, ao mesmo tempo que denunciavam que todas as termináis automotrizes estavam paralisadas pelo conflito? A empresa segue manobrando, enquanto que o SMATA ameaçou durante todo o dia de ontem dizendo que os demitidos reincorporados não são trabalhadores. Exigimos que se terminem as manobras e se cumpra imediatamente a conciliação com todos os demitidos dentro†.

Artigos relacionados: Internacional









  • Não há comentários para este artigo