Internacional

CAMPANHA INTERNACIONAL PELA ABSOLVIÇÃO IMEDIATA DOS PETROLEIROS DE LAS HERAS!

Façamos uma grande jornada a 9/4 pela absolvição dos petroleiros de Las Heras na Argentina

21 Mar 2014   |   comentários

A luta contra a condenação a prisão perpétua de 4 petroleiros de Las Heras na Argentina (a mais dura condenação contra trabalhadores desde 1983) ganha contornos internacionais mais marcantes.

A luta contra a condenação a prisão perpétua de 4 petroleiros de Las Heras na Argentina (a mais dura condenação contra trabalhadores desde 1983) ganha contornos internacionais mais marcantes. Trata-se de um julgamento completamente ilegal, declarado duas vezes nulo, extraindo “depoimentos†mediante tortura. Para chegar àcondenação os representantes dos interesses do governo não hesitaram em justificar as torturas, chegando a dizer que “para chegar àverdade teria que se separar da legalidade†.

As organizações argentinas e internacionais que estamos realizando uma grande campanha em solidariedade a essa causa concordaram em redobrar nossos esforços para conquistar a absolvição dos companheiros. No dia 27 de fevereiro nos mobilizamos em vários países (no Brasil, com um ato no vão livre da FFLCH-USP) para defender “Absolvição dos petroleiros de Las Heras!†, rompendo o cerco da mídia Argentina que divulgou os cortes de rua e as manifestações em todo o país, obrigando a presidenta Cristina Kirchner a mover uma campanha de direita contra os trabalhadores e seus métodos de piquetes, contra o PTS (organização irmã da LER-QI) e a favor da condenação dos petroleiros. Defender os petroleiros de Las Heras contra essa ofensiva reacionária, com uma forte campanha internacionalista de apoio aos trabalhadores é uma tarefa imediata posta para todas as organizações da esquerda, sindicais, de Direitos Humanos, estudantis e de juventude.

O Encontro Nacional do Sindicalismo Combativo a Argentina referendou redobrar a campanha pela absolvição dos petroleiros de Las Heras, convocando uma nova jornada nacional e internacional de manifestações para o dia 9 de abril. A absolvição dos companheiros deve ser uma bandeira internacional da classe operária. É um desafio lançado ao governo kirchnerista e ao revanchismo patronal da Argentina dar continuidade aos piquetes, manifestações e cortes de rua até que os trabalhadores petroleiros sejam absolvidos. Convocamos desde o Brasil também uma jornada de luta em apoio a esta solidariedade internacional, a 9 de abril. Chamamos todas as organizações de esquerda, estudantis, sindicais e de direitos humanos a estar conosco este ato.

Artigos relacionados: Internacional









  • Não há comentários para este artigo