Movimento Operário

DECLARAÇÃO DO PROFESSORES PELA BASE

Declaração diante de Boletim de Ocorrência aberto por Nilcea Fleury contra militantes do Professores Pela Base

03 May 2014   |   comentários

No último dia 29/04 a atual diretora da APEOESP Nilcea Fleury representante da Chapa 1 do PT abriu um Boletim de Ocorrência contra Adriana e Gabeira, membros da Comissão Eleitoral e candidatos pela agrupação Professores Pela Base.

No último dia 29/04 a atual diretora da APEOESP Nilcea Fleury representante da Chapa 1 do PT abriu um Boletim de Ocorrência contra Adriana e Gabeira, membros da Comissão Eleitoral e candidatos pela agrupação Professores Pela Base. No BO Nilcea diz se sentir ofendida com os materiais do Professores Pela Base que apontam os diversos privilégios que Nilcea, como vários outros dirigentes sindicais representantes da burocracia sindical, vem tendo por estar encastelados no Sindicato há anos. Ao final do BO diz-se que foi “devidamente orientada quanto aos prazos e procedimentos necessários para apuração dos fatos†.

Nilcea diz que no BO que se sentiu "ofendida" com a discussão política que colocamos sobre os privilégios sindicais que a burocracia da APEOSP tem. Pois bem. Os professores que estão todos os dias em sala de aula, ganhando um salário de miséria, e tendo que encarar péssimas condições de trabalho são os têm motivos reais para se sentirem ofendidos. A campanha salarial que a burocracia se nega a organizar, as assembleias em que a burocracia petista de Bebel e companhia, da qual Nilcea é parte, em que nenhuma medida efetiva para organizar a luta dos professores, em meio àgreve dos nossos pares da rede municipal, ofendem muito os professores que estão fartos da situação da Educação no país.

Não é de se espantar que Nilcea, ao invés de recorrer a categoria organizando uma assembleia democrática para então “apurar†os fatos vá justamente recorrer àpolícia, que tanto reprimiu várias greves de professores. Mas se está disposta a “apurar os fatos†, nós somos os principais defensores de que se apure, num processo democrático e organizado pelos professores nas escolas!

Defendemos imediatamente esclarecimentos de Nilcea e toda a Chapa 1 sobre seus privilégios diante da situação de vida precária dos trabalhadores, uma vez que estar há tanto tempo longe de sala de aula, sem as dificuldades que os professores enfrentam todos os dias, já se constitui como um grande privilégio. Que todos os dirigentes sindicais, incluindo Nilcea, voltem para a sala de aula!

Não temos nenhuma confiança na burocracia sindical que historicamente organiza todo tipo de fraude contra processos eleitorais pro Sindicato, também como forma de se manter na entidade sem nenhum controle da base. Na zona norte, lançam calúnias e mentiras, como o de que um integrante de nossa chapa teria roubado camisetas da Chapa 1, pois é a única maneira que encontram de tentarem mascarar o desgaste de sua prática política, O Professores Pela Base rechaça a abertura de BO e qualquer tipo de perseguição política contra os professores e clama por esclarecimentos de Nilcea e todos burocratas: digam publicamente quantas horas trabalham e quais são seus privilégios. Fora burocracia sindical! Retomar o Sindicato para mão dos trabalhadores!

Artigos relacionados: Movimento Operário , São Paulo Capital









  • Não há comentários para este artigo