Gênero e Sexualidade

Daniela Mercury bota o bloco na rua pelos direitos das mulheres

17 Feb 2015   |   comentários

Daniela Mercury encerrou o desfile do seu bloco com seus bailarinos levantando bandeiras a favor da legalização do aborto, contra a violência sexual e pelos direitos das mulheres

Na madrugada desta segunda-feira (16/02) a cantora Daniela Mercury encerrou o desfile do seu bloco no Circuito Barra-Ondina com seus bailarinos levantando bandeiras a favor da legalização do aborto, contra a violência sexual e pelos direitos das mulheres. Quando o trio elétrico passou em frente ao Camarote Salvador seus dançarinos seguravam placas em que estava escrito, entre outras frases, "O corpo é meu", "Me respeite", "Eu não aceito ser estuprada" e "Descriminalização do aborto".

A cantora não fez nenhum discurso ou algo do tipo, mas deixou o recado. Usou a publicidade do carnaval, época onde aumenta muito o número de casos de violência às mulheres, para levantar a bandeira dos nossos direitos. Essa atitude progressista de Daniela Mercury é uma das várias expressões do repúdio às posições reacionárias representadas pelo deputado e presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB/RJ).

Nós do grupo de mulheres Pão e Rosas chamamos todas as mulheres a se organizarem por locais de estudo e trabalho para construir um combativo 8 de Março contra os ajustes e ataques do governo Dilma e lutar pelo direito ao aborto legal, seguro e gratuito e por todos os nossos direitos.

Artigos relacionados: Gênero e Sexualidade









  • Não há comentários para este artigo