Questão negra

OPINIÃO

“Contra as cotas só os racistas†? Tirem as mãos dos Panteras!

18 Nov 2012   |   comentários

Quando se lê a “Plataforma de 10 pontos†dos Panteras Negras não se encontram demandas de ações afirmativas. Os Panteras Negras teriam muitas críticas a maneira como as principais direções da esquerda fazem sua politica sobre a questão negra no Brasil, perguntando frequentemente se estamos preocupados com as coisas que “os negros mais sentem em suas vidas†. Em cada um dos seus 10 pontos programáticos há uma profunda denúncia da democracia burguesa e do capitalismo, reivindicando não pequenas migalhas por dentro da legalidade, mas única e exclusivamente direitos universais para os negros e povos oprimidos, sabendo ser preciso inclusive se armar para garantir a conquista de alguns deles.

Malcolm X dedicou parte de seus discursos para combater a política de ações afirmativas. Malcolm as via como maneira de iludir negros de que poderiam “chegar lá†, conformando uma elite negra, quando deveriam se convencer em dar um duro enfrentamento contra o racismo e que os negros determinassem seu próprio destino, em um Estado com liberdade ao povo negro, com leis e cultura próprios.

Um amplo setor governista, com os quais o PSTU faz frente, levanta a bandeira de que todos os que se colocam contra cotas são racistas, e se são consequentes com essa defesa devem, portanto, tocar fogo em todas as alusões a essas figuras históricas. Nós da LER-QI não levantaremos, e continuaremos considerando válido e precioso se qualquer setor da esquerda questionar uma política, tendo muito apreço pelo debate político em lugar das calúnias, pois são eles que servem para fazer avançar a construção de um partido revolucionário e na conformação de uma vanguarda que em meio a luta política e a luta de tendências, se torne cada vez mais madura para a tomada do poder e a construção de uma sociedade sem racismo, machismo ou homofobia.

Artigos relacionados: Questão negra









  • Não há comentários para este artigo