Teoria

LETRAS USP

Construa conosco o Grupo de Estudos de Cultura e Marxismo!

03 Apr 2012   |   comentários

O Grupo de Estudos de Cultura e Marxismo na Letras USP, impulsionado pela Juventude às Ruas e estudantes independentes, voltou a se reunir neste ano a partir da reflexão sobre o teatro inserido na luta de classes em defesa da classe trabalhadora. A partir da experiência da apresentação na calourada unificada da peça “Auto dos 99%†pela Companhia Antropofágica e organizada pelo Comando de Greve, decidimos aprofundar este debate. Esta peça, escrita pelo Centro Popular de Cultura da UNE no início dos anos 1960, motivada pela greve nacional que os estudantes protagonizaram em defesa da democratização da universidade, trás àtona uma série de reflexões sobre como os artistas podem se ligar às demandas da classe trabalhadora. Partindo de discutir este exemplo, nos debruçamos sobre os textos teóricos produzidos pelos membros do CPC e sua discussão da “cultura popular†; mas não nos detemos aí, e passamos a discutir também a experiência dirigida por Tin Urbinatti, que em 1979 fundou com um grupo de operários o Grupo Forja de teatro, ligado organicamente ao sindicato dos metalúrgicos de São Bernardo e ao ascenso operário que, por questionar na prática a lei anti-greve e o arrocho salarial, entrou em confronto com a ditadura militar no Brasil.

Além do professor Daniel Puglia, que desde o ano passado participa do grupo, neste ano temos contado com outros apoios importantes, como o da professora Maria Silvia Betti, que também é coordenadora do Núcleo de Estudos Teatrais Décio de Almeida Prado do Centro à ngel Rama. Com o intuito de levar àfrente esta discussão e fazê-la chegar a mais estudantes, retomando estes importantes episódios da produção cultural brasileira que são – não por coincidência – varridos para baixo do tapete do cânone oficial da academia, organizaremos também um debate com o tema “Teatro e Política†no dia 12 de abril, com a presença de Tin Urbinatti, Maria Silvia Betti e Thiago Vasconcelos, diretor da Companhia Antropofágica; e representando o grupo de estudos estará na mesa o estudante Gabriel Lima. No próximo período, para resgatar com profundidade o pensamentos dos fundadores do materialismo dialético, adotaremos como base de nossas discussões o livro “Cultura, arte e literatura – textos escolhidos†, que reúne fragmentos da obra de Marx e Engels.

Convidamos todos a participar das reuniões, ler e contribuir para o blog, na perspectiva de fortalecer uma compreensão da arte e da cultura radicalmente distinta daquela que nos oferece a academia, aliada àluta da classe trabalhadora pela transformação radical da sociedade e a partir da perspectiva científica da construção de uma sociedade sem classes.

Reuniões às quartas 12h e sextas 18h na sala 104 do prédio de Letras da USP.

WWW.CULTURAEMARXISMO.BLOGSPOT.COM

Artigos relacionados: Teoria , Juventude , Cultura , São Paulo Capital









  • Não há comentários para este artigo