Internacional

GESTAMP NA ARGENTINA

Carta de uma escola de La Matanza aos trabalhadores de Gestamp

31 May 2014   |   comentários

“Os docentes da E. P. 59 de Isidro Casanova: Nos pronunciamos e pedimos que a fábrica Gestamp reincorpore os 69 demitidos e deixe de suspender; somos todos trabalhadores e unificamos nossas lutas. Por que os trabalhadores temos de pagar o custo dos aumentos da inflação? Saudamos os trabalhadores por sua decisão de seguir lutando. Força!â€

“Os docentes da E. P. 59 de Isidro Casanova: Nos pronunciamos e pedimos que a fábrica Gestamp reincorpore os 69 demitidos e deixe de suspender; somos todos trabalhadores e unificamos nossas lutas. Por que os trabalhadores temos de pagar o custo dos aumentos da inflação?

Saudamos os trabalhadores por sua decisão de seguir lutando. Força!â€

Carta impulsionada pela representante de escola Gabriela Vera Ibañez, militante da agrupação La Marrón, junto a suas companheiras da E.P. 59 de Isidro Casanova, bairro La Matanza

Artigos relacionados: Internacional









  • Não há comentários para este artigo