Nacional

RIO DE JANEIRO

Barrar o aumento imposto pelo prefeito Paes e os empresários do transporte!

07 Feb 2014   |   comentários

A população do Rio viverá no próximo sábado 08 de fevereiro um novo ataque aos seus bolsos. Após ter retrocedido e esperado a poeira baixar com as mobilizações de junho que barraram o aumento sem ainda resolver o problema do transporte, o prefeito Eduardo Paes novamente anunciou na quarta feira que aumentará a passagem de ônibus: de R$2,75 para R$3,00, (...)

A população do Rio viverá no próximo sábado 08 de fevereiro um novo ataque aos seus bolsos. Após ter retrocedido e esperado a poeira baixar com as mobilizações de junho que barraram o aumento sem ainda resolver o problema do transporte, o prefeito Eduardo Paes novamente anunciou na quarta feira que aumentará a passagem de ônibus: de R$2,75 para R$3,00, (9,09%). Patrocinado pelo cartel Fetranspor, o governo não tem vergonha de assumir o lado do patrão contra os interesses da população, enquanto propagandeia que o aumento é pelos custos operacionais, no entanto o TCM abre o jogo de que não tem acesso às contas: a contabilidade é um segredo empresarial. Mesmo assim, segundo cálculo "aproximado" do TCM, a passagem deveria abaixar para 2,50 segundo contrato de concessão que limita o lucro dos empresários a "apenas" 8,5% do valor da passagem, enquanto estes já lucram mais de 10% "aproximadamente". Que gastos operacionais são esses, se a empresa de transporte público é uma concessão, e depende de verbas estatais para serem preservados e renovados?

Quando o prefeito disse ter escutado as vozes das ruas, não deve ter ouvido com atenção os trabalhadores que viajam todos os dias, alguns pegando duas conduções, em latas de sardinha, ou andando sobre os trilhos da Supervia constantemente quando os trens enguiçam. Não falamos de casos excepcionais, mas da lógica que estrutura todo o sistema de transporte. Essa é a situação na cidade do Rio de Janeiro, mas não é a única no Brasil.

O prefeito Paes é serviçal dos empresários do transporte que lucram bilhões e oferecem péssimos serviços para a população e condições de trabalho para os motoristas e cobradores. Os políticos e os empresários ganham milhões, roubam bilhões. Aí está o dinheiro para garantir transporte de qualidade. Nenhum aumento nas passagens! Que os patrões paguem com seus altos lucros! Se não aceitarem, que as concessões sejam canceladas e as empresas confiscadas pela prefeitura estatizando-as sob gestão dos trabalhadores e controle dos usuários.

A estatização dos transportes sob controle dos trabalhadores é a única saída para resolver os problemas do transporte público, tanto no funcionamento quanto na qualidade, como no bolso da população e dos trabalhadores, contra a corrupção e o superfaturamento por uma minoria parasita que vivem do sucateamento dos transportes públicos. A Tarifa Zero e o passe livre são respostas cosméticas que acabam por esconder os verdadeiros problemas que o sistema de transporte impõe àpopulação. Não será sob o controle dos empresários que as condições dos trabalhadores e usuários irá melhorar.

Não são insolúveis os problemas que paralisam as cidades brasileiras e muito menos falta recursos para investir em infraestrutura, já que no caso do Rio são investidos bilhões de reais na intervenção urbana do “Porto Maravilha†e gastos com a COPA para garantir os lucros dos empresários, enquanto "no outro extremo" qualquer mínima dificuldade acaba paralisando partes ou a totalidade do sistema de transporte para os trabalhadores e moradores das periferias. Assim também, estes recursos bem poderiam garantir que estas regiões estejam preparadas contra problemas crônicos como as enchentes, etc.

TODO APOIO À GREVE OS RODOVIà RIOS DE PORTO ALEGRE!

PELO IMEDIATO ATENDIMENTO DE SUAS REIVINDICAÇÕES! (14% de reajuste, R$ 4,00 no vale refeição, jornada de 6 horas)!

ABAIXO O TRT GAÚCHO QUE ATUA CONTRA OS GREVISTAS EM FAVOR DOS PATRÕES E GOVERNOS. GREVE É UM DIREITO LEGAL E LEGà TIMO.

FIM DA DUPLA-FUNÇÃO E DIMINUIÇÃO DA CARGA DE TRABALHO PARA 6 HORAS DIà RIAS SEM REDUÇÃO DOS SALà RIOS PARA OS MOTORISTAS E COBRADORES DO RIO DE JANEIRO.

CONTRA O AUMENTO DAS PASSAGENS!

ABERTURA DOS LIVROS DE CONTABILIDADE DA FETRANSPOR E SUPERVIA!

PELA ESTATIZAÇÃO DOS TRANSPORTES SOB GESTÃO DOS TRABALHADORES E CONTROLE DOS USUà RIOS.

Artigos relacionados: Nacional , Juventude , Rio de Janeiro









  • Não há comentários para este artigo