Internacional

XII CONGRESSO DO PTS

As novas conquistas e a possibilidade de construir um grande partido de trabalhadores revolucionário e internacionalista

21 Dec 2011   |   comentários

Os debates sobre a situação nacional e a orientação política do PTS no próximo período se abriram com um informe de Fredy Lizarrague e seguiram com mais de 50 intervenções dos delegados e membros da antiga direção.

A discussão foi muito rica, pois partiu por um lado, de uma base comum de análise e caracterizações desenvolvidas e debatidas de forma permanente (desde as páginas do LVO, os documentos internos que se distribuem para toda a militância e os aportes de diversos dirigentes e militantes desde os blogs). Por outro lado, o Congresso mostrou uma organização que conseguiu alcançar um lugar no cenário político nacional inédito na história do PTS (como parte da FIT), que manteve as "posições" conquistadas (contra o governo, os patrões e a burocracia sindical) e estendeu sua influência no movimento operário industrial e de serviços, que consolidou sua extensão nacional e que conquistou uma nova Juventude que duplicou suas forças com centenas de novos militantes e se propõe a crescer muito mais, ao mesmo tempo que batalhamos por aprofundar a qualidade revolucionária da organização que estamos construindo, enfrentando as pressões degradantes do regime como o eleitoralismo, o sindicalismo ou o abandono dos princípios. O que é consciente de que todas as conquistas são somente novos pontos de apoio para encarar a construção do grande partido de trabalhadores revolucionário e internacionalista que a classe trabalhadora necessita para vencer.

Artigos relacionados: Internacional , Partido









  • Não há comentários para este artigo