Movimento Operário

Após greve, Sintusp amplia conselho de base avançando na democracia operária

11 Nov 2014 | Sindicato dos Trabalhadores da USP em assembléia de sócios vota a ampliação do Conselho Diretor de Base para incorporar a nova camada de ativistas que despontou na greve.   |   comentários

A vitoriosa greve dos 118 na USP, para além das conquistas salariais e imediatas, teve uma conquista fundamental, talvez a mais importante: o fortalecimento da categoria de trabalhadores da USP através da democracia operária e do surgimento de uma nova camada de ativistas.

A vitoriosa greve dos 118 na USP, para além das conquistas salariais e imediatas, teve uma conquista fundamental, talvez a mais importante: o fortalecimento da categoria de trabalhadores da USP através da democracia operária e do surgimento de uma nova camada de ativistas. Uma greve baseada em um Comando de Greve eleito nas bases de cada unidade - com delegados revogáveis -, no qual a Diretoria do Sintusp se diluia fazendo parte do Comando, com assembléias soberanas, e também as reuniões de unidade. Esta combinação foi um dos aspectos fundamentais para levar esta luta a vitória.

Agora, passada a greve e com a necessidade de seguir um forte plano de luta - que tem no dia 26 de novembro um importante momento com a paralisação votada pela categoria - é fundamental que esta força surgida na greve não se perca. A Assembléia de final de greve teve um momento emocionante, que foi quando os jovens ativistas da greve fizeram uma homenagem à"velha guarda" lendo, emocionados, o poema "Aos mestres com carinho" que relatava a necessária fusão entre a juventude e a tradição, condição para manter os fios de continuidade deste Sindicato e desta categoria combativa.

É com este espírito, e com a necessidade de sempre aprofundar os elementos de democracia operária no Sindicato e na categoria, que os trabalhadores da USP, reunidos hoje em assembléia de sócios, votaram por ampla maioria a ampliação dos representantes no Conselho Diretor de Base, quase dobrando a representação em algumas unidades (levando em consideração que as vagas suplentes se tornarão titulares). Isso irá permitir que todas as unidades, nos próximos dias 10 e 11 de dezembro, elejam novos representantes dos trabalhadores para este Conselho Diretor de Base, instância que, inclusive, é superior àDiretoria Colegiada Plena do Sintusp.

Combinado a este exemplo, é uma grande conquista de todos os trabalhadores o avanço na organização dos trabalhadores do Hospital Universitário que mantém uma Comissão de Mobilização interna do Hospital com mais de 50 trabalhadores. Além disso, em várias unidades, muitos trabalhadores que foram linha de frente da greve foram eleitos com votações expressivas para as CIPAs (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes). No mês de dezembro também haverá o V Encontro das Mulheres Trabalhadoras da USP, para avançar na organização e luta das mulheres.

Manter um plano de mobilização contra os ataques da Reitoria combinado a mais ampla democracia operária - que deve avançar pra formas que incluam também os terceirizados e precários - é fundamental para avançar na luta e organização dos trabalhadores. Acreditamos que este é um pequeno exemplo que poderia se generalizar em outras categorias.

Artigos relacionados: Movimento Operário









  • Não há comentários para este artigo