Nacional

TRABALHADORES DA USP

A política do SINTUSP para o dia 11/07

04 Jul 2013   |   comentários

Entrevistamos Claudionor Brandão, demitido político, e Diana Assunção, trabalhadora da FE-USP, ambos diretores do Sindicato dos Trabalhadores da USP

JPO - Qual o significado desse dia nacional de luta dos trabalhadores, no dia 11/7?

Claudionor Brandão – Esse dia nacional de luta dos trabalhadores é uma oportunidade para os setores classistas e antigovernistas do movimento operário aproveitarem o clima de politização no país para mobilizar os trabalhadores, para que nossa classe se unifique organizadamente com as manifestações protagonizadas até agora pela juventude. No entanto, as diferentes frações da burguesia estão buscando influir no movimento. A política da presidente Dilma é desviá-lo para os seus interesses, através dos pactos com governadores e parlamentares que incluem uma proposta de reforma política cujo objetivo é desmobilizar sem alterar nada significativo no regime, além de um compromisso com a “responsabilidade fiscal†- que significa menos investimentos e nas instituições públicas limita o gasto com folhas de pagamento a 60% de seus orçamentos, na maioria dos casos muito menos do que é gasto hoje, ou seja, implica em arrocho salarial, retirada de direitos e demissões. O governo quer, através da burocracia que dirige as centrais sindicais governistas, como a CUT e a CTB, colocar as ações dos trabalhadores no dia 11 a serviço dessa política. É preciso construir com força o dia 11, e intervir junto aos trabalhadores organizados nessas e em outras centrais dirigidas pela burocracia, mas combatendo a política traidora de suas direções.

JPO – E o que programa o Sintusp levanta nesse dia de luta?

Diana Assunção – Em nossa assembleia de trabalhadores da USP votamos uma série de demandas ligadas tanto a problemas vividos pelos trabalhadores, questões democráticas nacionais, quanto àdefesa dos direitos dos trabalhadores da USP e da educação pública, gratuita e de qualidade para todos. Como parte delas, definimos alguns eixos [ver abaixo] que buscam combinar a luta política contra Dilma e as centrais governistas, no sentido do que coloca Brandão. Trata-se de um programa democrático radical para o regime, que é a Assembleia Constituinte Livre e Soberana, com as demandas fundamentais dos trabalhadores por salários, empregos e contra a precarização, ligado a um programa que permita a unificação com as mobilizações em curso, levantando suas corretas demandas pelo transporte e pelos serviços públicos e contra a brutal repressão que vem sofrendo os que lutam, que nós do Sintusp vivemos há anos, com toda a diretoria, além de outros trabalhadores e estudantes processados, estudantes expulsos, e Brandão demitido inconstitucionalmente!

JPO – E como os trabalhadores da USP estão se preparando para participar desse dia?

Claudionor Brandão – Tivemos uma assembleia que aprovou a participação no dia 11 e esse programa político. Agora teremos reuniões nas unidades e uma nova assembleia no dia 10 em que discutiremos um indicativo de paralisação de toda a categoria, e organizaremos nossa participação nas manifestações de rua.

Principais bandeiras levadas pelos trabalhadores da USP para o dia nacional de lutas em 11/7:

• ABAIXO A REFORMA POLà TICA, O PLEBISCITO-FARSA E O PACTO ANTI-OPERà RIO E ANTI-POPULAR DE DILMA! POR UMA ASSEMBLEIA CONSTITUINTE LIVRE E SOBERANA!

• ESTATIZAÇÃO SEM INDENIZAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO, SOB CONTROLE DOS TRABALHADORES E USUà RIOS! POR UM TRANSPORTE DE QUALIDADE E GRATUITO!

• SALà RIO Mà NIMO DO DIEESE Jà ! FIM DA TERCEIRIZAÇÃO E PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO! EFETIVAÇÃO DE TODOS OS TERCEIRIZADOS SEM NECESSIDADE DE CONCURSO PÚBLICO!

• VERBAS PARA EDUCAÇÃO, SAÚDE E MORADIA DE QUALIDADE PARA TODOS! CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS! SUS 100% ESTATAL!

• ABAIXO A REPRESSÃO! LIBERDADE IMEDIATA DE TODOS OS PRESOS NAS MANIFESTAÇÕES E FIM DE TODOS OS PROCESSOS! PUNIÇÃO AOS RESPONSà VEIS PELAS MORTES!

Artigos relacionados: Nacional , Movimento Operário , São Paulo Capital









  • Não há comentários para este artigo