Internacional

ELEIÇÃO EM MENDOZA

A FIT consolida histórica eleição em outubro

31 Mar 2014   |   comentários

Uma eleição histórica para a FIT em Mendoza. Com 100% das mesas escrutadas, a FIT conquistou uma nova vereadora. Trata-se da jovem trabalhadora da educação Macarena Escudero do PTS na FIT, a primeira vereadora da esquerda na história do município da capital.

Com 100% das mesas escrutadas, a FIT conquistou uma nova vereadora. Trata-se da jovem trabalhadora da educação Macarena Escudero do PTS na FIT, a primeira vereadora da esquerda na história do município da capital. Durante a conferência de imprensa realizada na sede central do PTS, a imponente vereadora eleita, Macarena Escudero, sustentou que “hoje se demonstrou que a FIT não é uma moda, mantivemos a porcentagem de votos de outubro e consolidamos o eleitorado nos bairros populares da capital, esses bairros que os políticos patronais só vão de visita em épocas eleitorais. Durante esses dois meses de campanha pusemos no centro do debate o que ninguém quis discutir, a situação real dos trabalhadores que se vêem afetados pela inflação, pelos aumentos tarifários, e o ajuste do governo nacional e provincial†. E continuou: “Fayad recebeu um duro golpe por sua proximidade com o governo de Cristina e Paco Pérez, mas grande parte desses votos foram parar àdireita da frente do PRO e do PD. Para além disso, exceto a FIT, todos coincidem em que a crise a paguem os trabalhadores com armadilhas salariais e aumentos tarifários. Não é casual que só sejamos os candidatos da FIT os que somos parte da luta dos docentes e estatais na província contra o ajuste salarial. Por isto estamos muito contentes com esta conquista†.

Centenas de jovens e trabalhadores simpatizantes da FIT, do PTS e do Partido Obrero, se encontraram no “bunker†da rua Salta.

Durante um improvisado ato, o deputado nacional do PTS na FIT, Nicolás Del Caño, que acompanhou Macarena Escudero em toda a jornada, assinalou “como disse minha companheira, hoje se demonstrou que uma alternativa política dos trabalhadores, a Frente de Esquerda, veio para ficar e se consolida na província. Somos a única alternativa que se opõe a que os trabalhadores paguem pela crise, pelo contrário, hoje estamos nas ruas junto aos estatais e professores em luta, do mesmo modo que o fizemos no duríssimo conflito dos municipais de Lavalle durante os 29 dias que durou sua luta, assim como também pela absolvição dos petroleiros de Las Heras em Santa Cruz. A FIT coloca todas as suas bancadas para fortalecer a luta da classe operária e dos explorados, agora com 7 vereadores, seus 3 deputados provinciais, sua senadora provincial e seus deputados nacionais†.

Artigos relacionados: Internacional









  • Não há comentários para este artigo